F1

Force India nega “conspiração” com Mercedes e diz que liberou ataque de Ocon a Verstappen

Otmar Szafnauer saiu em defesa de Esteban Ocon pelo acidente com Max Verstappen e garantiu que a Force India liberou o ataque do francês para tirar volta
Warm Up, de Interlagos / GABRIEL CURTY, de Interlagos
 Incidente entre Max Verstappen e Esteban Ocon no GP do Brasil 2018 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
 
A batida entre Esteban Ocon e Max Verstappen que tirou o holandês da liderança segue gerando bastante repercussão no GP do Brasil. Chefe da Force India, Otmar Szafnauer saiu em defesa de seu piloto e reclamou do que chamou de teoria da conspiração de que Ocon teria feito o que fez para beneficiar a Mercedes, equipe que tem o seu passe e pode ser sua casa em 2020. Ainda, o dirigente garantiu que os indianos liberaram o ataque do francês ao piloto da Red Bull.
 
Szafnauer alegou que não há intenção de Ocon em fazer serviços para a Mercedes com as cores da Force India e deixou bem claro que a equipe também via o francês mais rápido que o líder e que, por isso, via chances reais de Ocon tirar a volta de Verstappen.
 
"Duvido dessa teoria da conspiração. Os pilotos não estão pensando agora em que cockpit eles estarão em 2020. O Esteban perguntou no rádio se poderia tentar tirar a volta porque estava mais rápido e nós o liberamos. Ele fez isso no ponto em que entendeu melhor e com vantagem nos pneus, como provavelmente seria por mais cinco ou seis voltas", disse.
Esteban Ocon e Max Verstappen bateram em Interlagos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
O romeno seguiu explicando que, para a Force India, pouco importava a tática de Verstappen e que o foco estava apenas na corrida de recuperação que Ocon fazia desde a penúltima fila do grid.
 
"Agora, não importa muito o que o Max estava fazendo com os pneus dele, nós estamos aqui para correr com outras pessoas, é isso que precisamos sempre fazer. O Esteban nos perguntou se poderia ir para cima e nós o liberamos", completou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.