Force India vira Racing Point, perde todos os pontos e tira Williams da lanterna. Confira classificação

A mudança forçada no nome da equipe Force India, agora a Racing Point, fez com que todos os 59 pontos marcados pelo time anglo-indiano na primeira parte da temporada deixaram de existir. A nova escuderia começa do zero e dá uma posição para McLaren, Toro Rosso, Sauber e Williams

A F1 não entra nas pistas há quase um mês, mas sofreu uma mudança importante na classificação do campeonato nesta quinta-feira (23). Com a saída da Force India do panorama para dar lugar a uma nova Racing Point, o campeonato de Construtores tem uma pelotão intermediário repaginado.

 
A Mercedes segue liderando com 345 pontos contra 335 da Ferrari e 223 da Red Bull. Representantes de uma categoria quase que diferente, as três se veem minimamente implicadas na mudança.
 
A partir do quarto lugar, sim, a influência é grande. Renault, Haas e Force India brigavam fortemente pelo posto de quarto lugar. A Force India vinha em sexto, com 59 pontos e 23 atrás da Renault – nas quatro corridas antes das férias, a Force India havia pontuado mais que a rival.
 
A nova configuração tem a Renault, com 82 tentos, em quarto, seguida pela Haas, com 66. Neste momento, a briga se resume às duas. A McLaren ocupa o sétimo posto, já 30 pontos atrás. A Toro Rosso tem 28, a Sauber já anotou 18 e a Williams, em ano caótico, fez somente quatro. A nova Racing Point entra agora e começa do zero.
A marca da Force India chegou a ser aplicada, mas logo retirada (Foto: Reprodução/Twitter)

O campeonato de Pilotos não sofre alteração. Enquanto Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, respectivamente com 213 e 189 pontos, brigam pelo título, Sergio Pérez tem 30 pontos e Esteban Ocon já anotou 29. Eles ocupam as posições 11 e 12.

Confira aqui a classificação do Mundial de Pilotos e de Construtores da F1 antes do GP da Bélgica.

 
O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades para o GP da Bélgica AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar