Diretor da F1 diz que equipes serão obrigadas a contar com novatos no TL1 em 2022

Ross Brawn confirmou que, a partir de 2022, cada equipe vai de contar com pilotos novatos nos treinos livres 1, às sextas-feiras, em ocasiões que ainda serão determinadas pela Fórmula 1

Carlos Sainz sofreu novo acidente em um sábado na Fórmula 1 (Vídeo: Fórmula 1)

A partir do ano que vem, as dez equipes do grid serão obrigadas a levar, em um determinado número de finais de semana ao longo da temporada, pilotos novatos, ou estreantes, em um dos seus carros na F1 no treino livre 1. Quem afirma é Ross Brawn, diretor-esportivo da Fórmula 1.

O grande objetivo da categoria é que as equipes possam proporcionar maior quilometragem a pilotos mais jovens, algo que é limitado hoje por conta da falta de testes.

Em 2022, por exemplo a previsão é de seis dias de pré-temporada, divididos em duas sessões — provavelmente em Barcelona e no Bahrein. Entretanto, em razão da adoção da nova geração de carros, a possibilidade de um jovem piloto conseguir uma quilometragem em um carro de F1 vai cair de forma bastante sensível em 2022.

Guanyu Zhou acelerou com a Alpine em treino livre 1 da Fórmula 1 no Red Bull Ring (Foto: Alpine)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Na sexta-feira, cada equipe terá de fazer o treino livre 1 com um estreante, e estamos sendo muito cuidadosos sobre como definir um novato”, afirmou Brawn em entrevista veiculada pelo site britânico GPFans.

O dirigente faz referência ao que aconteceu no fim do ano passado, quando a Renault — hoje, Alpine — colocou Fernando Alonso em um dos seus carros para participar do teste reservado a jovens pilotos em Abu Dhabi. Tal cenário criou polêmica porque Alonso, obviamente, é bicampeão mundial e foi usado pela equipe francesa para ganhar quilometragem às vésperas do seu regresso à F1, nesta temporada.

Brawn disse que os detalhes ainda serão definidos, mas que a F1 vai partir por um caminho em que possa apresentar mais jovens à principal vitrine do esporte a motor mundial.
“No ano que vem, eles vão precisar colocar um jovem piloto na sexta-feira, cada equipe, por um determinado número de ocasiões”.

No entanto, o diretor-esportivo da Fórmula 1 discordou quando perguntado se a F1 não oferece espaço para jovens pilotos.

“Olha só quem nós vimos entrar: George Russell, Charles Leclerc, Max Verstappen, vimos vários outros pilotos [jovens] entrarem. Portanto, há uma chance, isso se você for bom. É ótimo tentar ajudar, mas não acho que faltam jovens pilotos chegando à Fórmula 1”, rebateu.

A Fórmula 1 acelera neste domingo para a disputa do GP da Itália, com largada prevista para 10h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Uma hora antes, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube leva ao ar AO VIVO a edição pré-corrida do BRIEFING, com a análise do fim de semana e as últimas informações antes da largada em Monza. Com apresentação de Victor Martins e comentários de Pedro Henrique Marum e Fernando Silva.

COMO FOI A SPRINT RACE DO GP DA ITÁLIA | Resumo, melhores momentos e horário da F1 2021

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar