Fórmula 1 impõe regras rígidas de entrada e saída dos boxes no GP da Toscana

Por conta da alta velocidade na reta de Mugello, a Fórmula 1 decidiu alertar os pilotos para mais atenção na entrada e saída dos boxes no GP da Toscana. As novidades visam aumentar a segurança dos competidores durante o fim de semana

A Fórmula 1 disputa neste fim de semana a primeira corrida da história em Mugello, o GP da Toscana. Como muitos não conhecem a pista, famosa pela longa reta principal onde altas velocidades são atingidas, a categoria decidiu implementar medidas de segurança na entrada e saída dos boxes.

A veloz reta em Mugello tem pouco mais de um quilômetro. A entrada dos boxes fica do lado direito, próxima à linha habitual de corrida dos pilotos. Por isso, Michael Masi, diretor de prova da Fórmula 1, alertou o grid nesta quinta-feira (10).

“Os pilotos devem estar à direita da linha branca indicada na entrada dos boxes”, dizia o primeiro aviso.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saída dos boxes com a linha branca que os pilotos não podem cruzar (Foto: Pirelli)

A saída do pitlane também é motivo de preocupação da Fórmula 1. Por ser no trecho final da reta, onde ultrpassagens podem acontecer ao longo do fim de semana, os pilotos foram alertadores sobre a necessidade de respeitar as mudanças realizadas.

“Pilotos devem manter-se à direita da linha contínua na saída dos boxes. Nenhuma parte do carro pode cruzar esta linha”, avisou Masi aos competidores.

O GP da Toscana, nona etapa do Mundial de Fórmula 1 em 2020, também marca a milésima corrida da Ferrari na categoria. O circuito, casa da escuderia, foi escolhido para receber o evento histórico neste ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube