Fórmula 1 marca reunião e tenta evitar repetição de fiasco do Q3 de 2019 em Monza

Um ano após ninguém abrir a segunda volta do Q3 por conta de um engarrafamento em Monza, a Fórmula 1 busca soluções. O diretor de corridas Michael Masi vai conversar com as equipes

O GP da Itália de 2019 entrou para a história de forma positiva pela vitória marcante de Charles Leclerc frente à torcida ferrarista, mas abriu também um precedente perigoso quando o assunto é treino classificatório. O Q3 em Monza ficou marcado por um fiasco conjunto da Fórmula 1: todo mundo tirou o pé na volta de aquecimento para pegar vácuo, o que acabou com todos sem tempo hábil para uma segunda volta rápida. 12 meses depois, a categoria trabalha para impedir a mesma novela.

De acordo com Michael Masi, diretor de corrida, a F1 tem reunião marcada na quinta-feira. Representantes de cada uma das dez equipes estarão presentes para debater possíveis soluções.

“Nós, eu e os chefes de equipe, vamos ter algumas conversas sobre isso na quinta-feira para refrescar a memória”, disse Masi ao RaceFans. “Nós tivemos algumas conversas após a corrida do ano passado e vamos ter mais algumas nesta semana”, seguiu.

A Fórmula 1 vai aprender com os erros de 2019? (Foto: Reprodução/TV)

A polêmica do Q3 do GP da Itália de 2019 foi além de um debate sobre erros das equipes impedindo novas voltas. Nico Hülkenberg, por exemplo, foi acusado de errar de forma premeditada na primeira chicane, perder tempo e voltar atrás de outros carros para pegar vácuo. Charles Leclerc, que acabou garantindo a pole, também foi alvo de críticas por ajudar a ‘boicotar’ o segundo ciclo de voltas rápidas.

O debate já ganhou força no GP da Bélgica, inclusive. Esteban Ocon praticamente parou na pista no Q3 para que Lando Norris passasse e desse vácuo. O britânico, assim como a McLaren inteira, reagiu de forma negativa.

“Nós tivemos uma conversa após a classificação sobre o que aconteceu”, disse Andreas Seidl, chefe da McLaren. “Claro, estávamos incomodados porque isso nos custou uma posição melhor na classificação [com o Norris]. Só que, independente disso e dos nossos próprios problemas no Q3, eu acho que simplesmente faz sentido reunir todas as equipes e analisar isso. Veremos se ele [Masi, diretor de corrida] consegue finalmente encontrar algum tipo de regra, algo que evita essa situação”, encerrou.

O GP da Itália é já nesta semana. A corrida em Monza é a oitava da temporada 2020 da Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube