Fórmula 1 revela 12 testes positivos para Covid-19 durante semana do GP do Bahrein

Ao todo, a Fórmula 1 realizou 8.150 testes entre segunda-feira passada, 22 de março, até o dia do GP do Bahrein, no último domingo. Somente 12 pessoas testaram positivo para Covid-19 e seguiram os protocolos estabelecidos pela categoria, FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e o país insular

Hamilton vence na estratégia e pega Verstappen: assista como foi o GP do Bahrein (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A Fórmula 1 anunciou, na manhã desta terça-feira, o rescaldo dos testes realizados para Covid-19 entre 22 e 28 de março, de segunda-feira a domingo da semana do GP do Bahrein, prova que abriu a temporada. Ao todo, foram 8.150 testagens realizadas. Somente 12 pessoas deram positivo para o novo coronavírus e seguiram os protocolos sanitários de isolamento estabelecidos pela categoria, pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e do Bahrein.

Ao todo, foram testados pilotos, membros das equipes, jornalistas e todos os profissionais que tiveram acesso ao paddock nos últimos dias no circuito de Sakhir. As testagens foram realizadas antes da entrada no paddock, como parte do protocolo estabelecido desde 2020. Somente com o resultado negativo é que o acesso ao circuito em si é liberado.

SAKHIR; BAHREIN; F1; FÓRMULA 1; F1 2021;
Dos mais de 8 mil testes feitos para Covid-19 na semana em Sakhir, 12 deram resultado positivo (Foto: Scuderia Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Como de praxe, os nomes das pessoas que testaram positivo para Covid-19 não foram revelados. Mas já se sabe que, depois dos testes realizados na semana passada, pelo menos dois funcionários da Aston Martin foram identificados com o novo coronavírus.

Assim como aconteceu no Catar com a MotoGP, o governo do Bahrein se colocou à disposição para vacinar os membros da Fórmula 1 que desejassem ser imunizados. Membros de equipes como Ferrari e AlphaTauri foram imunizados, assim como os pilotos Carlos Sainz, Sergio Pérez e Max Verstappen.

Houve, no entanto, quem optasse por não receber a aplicação do imunizante no Bahrein. Foi o caso de Toto Wolff, chefe da Mercedes, que disse preferir ser vacinado na Inglaterra, onde mora, e tão logo seja chamado pelo NHS, o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube