Fórmula 1 revela oito novos casos positivos de Covid-19 em testes feitos após GP de Eifel

Depois de mais de 1.500 testes realizados na última semana, FIA e Fórmula 1 divulgaram oito casos de Covid-19 diagnosticados. Os nomes e equipes das pessoas contaminadas foram preservados

FIA e Fórmula 1 divulgaram, nesta sexta-feira (16), o resultado dos testes de Covid-19 feitos desde o fim de semana do GP de Eifel, em Nürburgring, até ontem. Foram realizados 1.506 exames e oito pessoas testaram positivo. Os nomes dos contaminados não foram divulgados, muito menos equipes ou área que trabalham.

Houve um aumento do número de casos em relação aos apresentados antes do GP de Eifel, quando apenas três pessoas testaram positivo para Covid-19. Na ocasião, menos testes foram feitos por conta das ausências de Fórmula 2 e Fórmula 3 em Nürburgring.

“A FIA e a Fórmula 1 confirmam que entre 9 e 15 de outubro, foram feitos 1.506 testes de Covid-19 em pilotos, equipes e estafe. Destes, oito testaram positivo. FIA e Fórmula 1 estão oferecendo estas informações com o próprio de integridade competitiva e transparência. Nenhum detalhe sobre equipes ou indivíduos será informado e os resultados continuarão sendo comunicados a cada sete dias”, diz o comunicado divulgado.

Em Nürburgring, público novamente esteve presente em uma etapa da F1 (Foto: Williams)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

O maior número de casos detectados aconteceu após GP da Rússia, quando dez pessoas testaram positivo para o novo coronavírus. Na ocasião, a Fórmula 1 correu para se defender e garantir que a presença de público em Sóchi nada teve a ver com o contágio. Vale lembrar que Nürburgring esteve aberto para até 20 mil pessoas durante o fim de semana do GP de Eifel.

Na última corrida, Lance Stroll teve sintomas de gripe e diarreia, sendo prontamente substituído por Nico Hülkenberg na Racing Point. A equipe, após os treinos, se apressou para dizer que o canadense não tinha Covid-19 e que foi testado  “cinco vezes ou mais” e todos os resultados deram negativo.

Também em Nürburgring, a Mercedes identificou o segundo caso de coronavírus em funcionários e isolou seis pessoas. Já a Red Bull cogitou chamar Nico Hülkenberg depois de um teste inconclusivo feito por Alexander Albon. O tailandês testou negativo horas depois e participou da prova.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube