Fórmula 1 testa gráfico com transcrição de mensagens de rádio das equipes

Após lançar novos gráficos em comemoração aos 70 anos de história, a Fórmula 1 testou uma possibilidade de adicionar textos aos rádios emitidos por pilotos e equipes

Uma novidade gráfica da Fórmula 1 foi testada nesta quinta-feira (9). A categoria pretende colocar a transcrição das mensagens de rádio trocadas por equipes e pilotos na tela durante a corrida.

O teste aconteceu no momento em que o carro de segurança dava voltas rápidas no Red Bull Ring, com uma mensagem gravada do engenheiro de Lance Stroll durante o GP da Áustria, disputado no último domingo (5). Na ocasião, o canadense foi avisado que tinha um problema de motor e estava perdendo rendimento.

Em outro momento da quinta-feira, foi realizado um teste com o diálogo de Lewis Hamilton com o engenheiro Peter Bonnington, também no GP da Áustria. Na ocasião, o hexacampeão recebeu um pedido para evitar passar por zebras pelo problema no câmbio.

Imagem
Teste da transcrição dos rádios feito com mensagem da Mercedes (Foto: Reprodução/Twitter)

As mensagens de rádio são parte da transmissão oficial da Fórmula 1 desde 2004. A direção de TV escolhe quais irão ao ar, e sempre são gravadas para a censura prévia de palavras de baixo calão.

A F1 ainda não anunciou se a transcrição dos rádios aparecerá já no GP da Estíria, e também não informou se a transcrição será feita manualmente. Em parceria com a Amazon Web Services, a categoria trouxe diversos novos gráficos para a temporada que marca 70 anos do início do campeonato.

GRANDE PRÊMIO transmite ao vivo e em tempo real todas as atividades do GP da Estíria, segunda etapa do campeonato da Fórmula 1 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube