FOTO: Tsunoda faz molde de assento antes de primeiro teste pela AlphaTauri em Ímola

A equipe de Faenza confirmou que Yuki Tsunoda, antes de participar da sessão de novatos prevista para depois do GP de Abu Dhabi, vai pilotar um carro de 2018 dias depois do GP da Emília-Romanha, em novembro

Yuki Tsunoda se aproxima cada vez mais da Fórmula 1. O japonês de 20 anos, um dos grandes destaques da temporada 2020 da Fórmula 2, vai debutar em um carro da principal categoria do automobilismo no mês que vem. Pupilo da Honda e do Red Bull Junior Team, Tsunoda vai guiar o STR13, carro usado pela Toro Rosso, antigo nome da AlphaTauri, em 2018, em uma sessão privada no dia 4 de novembro em Ímola, pouco depois do GP da Emília-Romanha. Nesta quarta-feira, o jovem piloto está em Faenza para fazer o molde do assento antes do teste.

A sessão a ser realizada na Itália faz parte do planejamento para dar quilometragem ao japonês antes do teste que o competidor vai fazer, com o carro da atual temporada, em Abu Dhabi, dias depois da última corrida da temporada 2020, que está marcada para 13 de dezembro.

YUKI TSUNODA; ALPHATAURI; FAENZA; F1; FÓRMULA 1;
Yuki Tsunoda faz molde do assento no cockpit do carro da AlphaTauri em Faenza (Foto: Scuderia AlphaTauri)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Segundo a AlphaTauri, o interesse sobre Tsunoda permanece independente da decisão da Honda, que recentemente anunciou que vai deixar o Mundial de Fórmula 1 como fornecedora de motores de Red Bull e da coirmã italiana ao fim da próxima temporada.

“A Scuderia AlphaTauri tem dois pilotos rápidos com Pierre Gasly e Daniil Kvyat. Vamos fazer o teste de novatos com Yuki Tsunoda. E isso não tem nada a ver com a decisão da Honda de não continuar depois de 2021. A filosofia da Red Bull é sempre o desempenho. E ele tem um bom desempenho, tem feito um trabalho muito bom na Fórmula 2, venceu duas corridas neste ano, em Spa e Silverstone, se bem me lembro”, disse Franz Tost, chefe da AlphaTauri.

“E na Áustria, ele estava liderando a corrida no molhado até as últimas voltas, mas enfrentou problemas no rádio e não conseguiu vencer. Ele tem feito um trabalho muito bom, e isso, o desempenho do piloto, é decisivo”, explicou. “E essa sempre foi a filosofia e sempre vai permanecer assim. Então, vamos ver o que a Red Bull vai decidir em relação aos pilotos para 2021”, complementou.

No momento, Tsunoda tem 28 pontos na superlicença e, para chegar aos 40 exigidos pelo regulamento para poder obter o documento necessário para correr na Fórmula 1, precisa terminar o campeonato da Fórmula 2 de quinto lugar para cima. Restam quatro etapas para o desfecho da temporada, as duas em rodadas duplas no Bahrein, entre o fim de novembro e o início de dezembro.

Atualmente, Yuki é o terceiro colocado e soma 147 tentos na disputa, longe dos líderes Mick Schumacher e Callum Ilott, com 191 e 169, respectivamente, mas muito perto de Christian Lundgaard, com 140, e de Robert Shwartzman e Nikita Mazepin, ambos com 140.

Na disputa interna da AlphaTauri nesta temporada, Gasly, grande vencedor do GP da Itália neste ano, dá de goleada em Daniil Kvyat no Mundial de Pilotos. O francês, que vem de um bom sexto lugar no GP de Eifel do último domingo, está em décimo no campeonato e soma 53 pontos, enquanto o russo tem apenas 14 tentos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube