Jordan vê Lawrence Stroll com “toque de Midas” para triunfar na Aston Martin

Lawrence Stroll tem apoio pleno de Eddie Jordan, fundador da atual Aston Martin. O britânico sente que o empresário canadense é capaz de transformar “tudo que toca em ouro”

Lawrence Stroll virou figura chave na Fórmula 1: o empresário canadense comprou a então Force India e iniciou processo de transformação que levou à Aston Martin em 2021. A construção de uma base para um futuro vitorioso levou Eddie Jordan a bater o martelo: Lawrence tem o “toque de Midas” e é capaz de transformar tudo “em ouro”.

A opinião de Jordan é valiosa nesse caso por um motivo simples: Eddie fundou a equipe de Fórmula em 1991. A fábrica de Silverstone seguiu operando, mesmo que sob diferentes nomes. O investimento de Stroll em 2018, quando a Force India entrava em falência, impediu o fim das operações.

“A equipe está nas melhores mãos”, disse Jordan, entrevistado pelo site The Race. “Nunca ignore o que o pai pode fazer, o Lawrence Stroll. Ele tem o toque de midas, ele transforma tudo em ouro. É o elemento mais inteligente na Fórmula 1 neste momento, sem dúvidas”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A Racing Point, agora Aston Martin, teve grande 2020 (Foto: AFP)

“Eu conheço o Lawrence há muito tempo. Ele foi muito amigável comigo quando a Jordan foi ao Canadá pela primeira vez. Foi muito tempo atrás, mas lembro que terminamos em quarto e quinto. E isso era bem no começo da nossa jornada, e o Lawrence foi um dos primeiros a nos parabenizar. Eu lembro de ir na casa dele para jantar em 1991, 92, então ele é um fã de longa data”, destacou.

A expressão “toque de Midas” vem da mitologia grega: Midas tinha a habilidade de transformar tudo que tocasse em objetos de ouro. A expressão também pode ser associada à carreira de empresário de Lawrence: marcas como Ralph Lauren, Tommy Hilfiger e Prada foram impulsionadas no mercado canadense e se tornaram mais valiosas após seu envolvimento. O automobilismo era apenas um hobby, isso até a chegada do filho Lance ao grid da Fórmula 1.

Lawrence não é necessariamente uma unanimidade na F1, muito por conta do filho: Lance ocupou uma das vagas e não dá sinais de que sairá tão cedo. Sergio Pérez, mesmo com resultados melhores, foi escanteado para que Sebastian Vettel fosse contratado.

A equipe encara 2021 de olho em voos ainda mais altos. A equipe conseguiu pódios com relativa frequência em 2020, incluindo até mesmo a vitória de Pérez no GP de Sakhir. Só que a briga ainda é dura com rivais do pelotão intermediário, como Renault e McLaren.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube