F1

Futura equipe da Renault, Lotus confirma permanência de Maldonado como titular para temporada 2016

A Lotus, mesmo envolvida em especulações sobre a venda para a Renault, anunciou neste domingo (20) que Pastor Maldonado vai permanecer com a equipe por mais uma temporada. O venezuelano se juntou ao time em 2014
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
 Pastor Maldonado, da Lotus, durante o TL2 na Hungria (Foto: AP)
No dia em que as especulações no paddock da F1 apontam para a saída de Romain Grosjean da Lotus, a equipe aurinegra tratou de confirmar a continuidade do vínculo com Pastor Maldonado para a temporada 2016 da F1. Assim, o venezuelano vai para o terceiro campeonato ao lado do time de Enstone. A notícia vem também em meio aos rumores de que a esquadra chefiada por Gerard López será comprada pela Renault no fim de 2015.

"É um fator positivo para o futuro da Lotus na F1 a capacidade que temos hoje de confirmar publicamente que Pastor vai permanecer conosco para a próxima temporada", afirmou López no curto comunicado da equipe neste domingo (20), quase cinco horas depois do fim do GP de Cingapura, prova em que Maldonado terminou na 12ª posição.

O dirigente ainda elogiou o piloto e disse que espera fazer novos anúncios sobre 2016 em breve. "Todos em Enstone vão saber que Pastor é uma pessoa fantástica de se trabalhar e todos nós sabemos da capacidade que ele tem. Pastor se juntou a nós em um acordo de vários anos, de modo que essa confirmação apenas reitera a nossa crença nele. E espero ser capazes de fazer mais anúncios positivos sobre a equipe em um futuro próximo"
Pastor Maldonado durante o segundo treino livre para o GP da Itália, em Monza (Foto: AP)
O piloto de 30anos também saudou o novo acordo. “É ótimo que a equipe possa confirmar minha posição como piloto para 2016. Óbvio, houve muita especulação sobre o meu futuro enquanto eu me mantinha focado no meu trabalho na pista”, afirmou Pastor, que segue na 14ª colocação no Mundial de Pilotos.

“É ótimo saber que meu futuro está confirmado. Esta temporada nos apresentou alguns desafios, mas a qualidade da equipe em Enstone é fácil de ser percebida. Eu realmente me sinto como parte dessa família e desejo melhorar o trabalho desse ano para dar melhores resultados em 2016”, acrescentou.

Curiosamente, nesta semana, Johnny Cecotto Jr., compatriota de Maldonado, anunciou o fim de sua carreira no automobilismo por conta do encerramento do apoio do governo da Venezuela. Como se sabe, o principal apoiado de Pastor é a gigante petrolífera PDVSA.