F1

Gasly afirma que bater Verstappen “claramente não é o objetivo”: “Não temos a mesma experiência”

Pierre Gasly não quer bater Max Verstappen em sua estreia na Red Bull. O francês afirmou que não seria o objetivo certo se focar no novo companheiro, inclusive vendo a experiência e velocidade do holandês como algo positivo, já que pode aprender com tudo
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Pierre Gasly sequer pensa em tentar bater Max Verstappen em sua temporada de estreia na Red Bull. O francês afirmou que superar o holandês seria o objetivo errado para se focar, especialmente por não carregarem a mesma bagagem na Fórmula 1.
 
Após um ano e meio na categoria defendendo a Toro Rosso, o piloto recebeu sua promoção para a equipe titular das bebidas energéticas. Agora, vai encarar o desafio de fazer par com o #33 que, em sua primeira corrida na equipe, já conquistou uma vitória.
 
Entretanto, Gasly não se mostra nervoso em ser companheiro de Max, já que deixou claro que pode aprender com o talento do colega. “No momento, claramente não é o objetivo [batê-lo], não temos a mesma experiência na equipe, e também na F1”, disse.
Pierre Gasly (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
“Diria que não é o objetivo certo me focar nele no momento. O principal é, na verdade, usar sua experiência, velocidade e talento para aprender e tirar o positivo dele, para basicamente me fazer mais forte e aprender o mais rápido possível. Não seria o objetivo certo no início da temporada”, seguiu.
 
Pierre seguiu o discurso dizendo que ainda precisa de mais quilometragem com a Red Bull. “Tenho apenas uma temporada inteira de experiência no meu bolso, então, é claro, ainda tenho muitas coisas para aprender. O piloto que sou hoje espero realmente que seja diferente do que vou ser no final da temporada”, apontou.
 
“Acredito que o principal para mim, neste ano, é usar a experiência da equipe – eles foram campeões com Seb [Vettel], brigaram no topo por muitos anos, usar a experiência de Max, e sua experiência nas temporadas na Red Bull para tentar me desenvolver, e ser capaz de mostrar todo meu potencial que com certeza vai crescer durante o ano”, completou.

E Gasly chega sob pressão na Red Bull. O motivo é que Helmut Marko já criticou o piloto abertamente na mídia, ressaltando os acidentes sofridos durante a pré-temporada e já deixando claro que não acha que está no nível de Verstappen.