Gasly revela dificuldade em volta a Spa após morte de Hubert: “Imagens vêm à cabeça”

Pierre Gasly e Anthoine Hubert eram muito próximos. Por isso, o piloto da AlphaTauri comentou sobre como é duro ter que aceitar que o amigo faleceu em acidente no ano passado

A ida para Spa-Francorchamps nesta semana é obviamente emocional para todo o circo das Fórmulas 1 , 2 e 3 por completo, mas talvez mais para Pierre Gasly. O motivo é claro: o francês era muito próximo a Anthoine Hubert, que faleceu em acidente na pista belga em 2019.

Assim, ele deixou buquê de flores na área de escape da Raidillon, ponto do acidente, nesta quinta-feira (27), homenageando o amigo. E, depois, comentou sobre o que sente ao voltar ao local.

“Tem sido muito difícil e estranho, porque Spa é minha pista favorita e eu sempre tenho grandes lembranças de minha primeira vitória em monoposto, na F4, e outras como na GP2. Esse ano é algo diferente, porque assim que eu coloquei meus pés no paddock essas imagens vieram à minha cabeça, e eu não quero aceitá-las, ou tenho dificuldade em aceitá-las”, disse.

“Durante a caminhada pela pista eu tinha tais imagens na mente e tudo que eu queria é que elas nunca viessem a existir. Infelizmente é o perigo de nosso esporte. É só difícil de aceitar. Mesmo o que fiz para esse final de semana, como o capacete especial, ou deixar as flores, parece errado”, continuou.

Pierre Gasly era amigo íntimo de Anthoine Hubert, morto um ano atrás (Foto: Reprodução)

Gasly também lembrou de momentos ao lado de Hubert, ou mesmo como foi o amigo que lhe ajudou quando foi rebaixado pela Red Bull.

“Estava pensando em como estava com ele em Budapeste ano passado. Jantei com ele no domingo e nos divertimos com sua namorada e outros amigos depois do GP da Hungria. Foi a última vez que o vi. Ele também foi um dos primeiros a me mandar mensagem quando a Red Bull decidiu me colocar de volta na Toro Rosso (hoje AlphaTauri). Para mim, é só difícil aceitar que ele não está mais conosco”, finalizou o francês.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar