Gasly sobe sarrafo e faz AlphaTauri parecer melhor do que realmente é em 2021

Pierre Gasly não cansa de surpreender. Depois de se reinventar e vencer corrida, o francês agora é o responsável pela evolução da AlphaTauri, traduzido pelo importante pódio conquistado no GP do Azerbaijão

A AlphaTauri criou em 2021 um projeto arriscado, que procurou uma distância segura da irmã mais velha, para enfim ganhar identidade própria. Não é que o AT02 não tenha nada da Red Bull, tem, mas também possui características e soluções próprias, como toda a parte traseira. De início, o modelo se mostrou veloz, muito em função da grande melhora do motor Honda, só que isso não se traduziu em desempenho imediato. Houve uma necessidade de evolução e quem puxou esse desenvolvimento foi Pierre Gasly. O francês parece ter uma aptidão particular para entender o carro, e isso é o que tem feito também a diferença para os passos gradativos que a equipe de Faenza faz no campeonato. Neste momento, porém, a performance do gaulês mascara os problemas que o time ainda enfrenta.

Após um dissabor no Bahrein, onde se esperava mais do time e do próprio Gasly, as semanas seguintes foram bem aproveitadas na fábrica. Entre Ímola e Barcelona, duas das etapas mais difíceis para a esquadra neste começo de temporada, os engenheiros trabalharam em soluções aerodinâmicas. O ponto central foi aperfeiçoar as peças novas para compreender melhor as exigências do regulamento, que impôs uma redução do downforce. O trabalho focou em recuperar essa carga aerodinâmica por meio de elementos distintos, dos bargeboards ao difusor, com o objetivo de obter maior performance em circuitos seletivos e de baixa velocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

E nas mãos de Gasly, todo esse conceito deu certo – o francês pontuou nas duas corridas, inclusive, deixando a impressão de que essa identidade do AT02 também está muito ligada a ele. Os resultados em Mônaco, mas, principalmente, no Azerbaijão foram ainda mais impressionantes. Nas ruas do Principado, o piloto esteve sempre entre os seis primeiros e soube manter Lewis Hamilton atrás, com um desempenho forte ao longo de toda a corrida em Monte Carlo. Já em Baku, o potencial da AlphaTauri ficou mais evidente. Além de liderar o terceiro treino livre, Pierre largou do quarto posto e, de novo, tirou proveito de um fim de corrida tumultuado para conquistar o pódio. Foram as ultrapassagens na pista que permitiram a terceira colocação, mesmo diante de uma ameaça de falha do motor.

Pierre Gasly foi um dos destaques em Baku (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

LEIA TAMBÉM
+Alonso faz grande corrida em Baku, mas segue longe de reviver ‘conto de fadas’ na F1
+Alfa Romeo escapa de Haas e Williams e vive em categoria própria na Fórmula 1 2021
+Pérez cumpre metas com vitória e adaptação à Red Bull. Próximo passo é novo contrato
+Bottas derrete em praça pública e perde status de escudeiro valioso na Mercedes

Chris Wright, engenheiro de motor da Honda, se disse “sem palavras” para descrever o papel de Pierre para o desempenho da AlphaTauri. “Ele liderou a terceira sessão de treinos livres e foi o quarto na classificação. Em uma corrida turbulenta, ele lutou até o final. Também teve problemas com a potência unidade, então ficamos ainda mais felizes com seu terceiro lugar”, disse Wright, exaltando a disputa final em Baku.

“A batalha feroz com o amigo Charles Leclerc nas últimas duas voltas da corrida foi definitivamente um destaque para mim”, completou.

O francês, é bem verdade, tem uma queda por corridas caóticas, a primeira vitória na F1 não deixa mentir, mas se engana quem acha que é apenas sorte. Pierre vem demonstrando nos últimos meses uma enorme maturidade técnica, além de um ritmo sólido. É ele o responsável por quase 80% dos pontos da AlphaTauri no campeonato, em que pese o companheiro novato e errático.

É improvável que o time de Franz Tost ultrapasse a Ferrari e a McLaren no Mundial de Construtores, mas o quinto lugar agora parece muito palpável, especialmente diante do rendimento do francês, que tira mais do que o bom AT02 pode oferecer.

Pierre Gasly conquistou o terceiro lugar no GP do Azerbaijão (Foto: Red Bull Pool Content/ Getty Images)

Tanto é assim que, depois da corrida do Azerbaijão, não passou sem destaque as palavras de elogio da Mercedes a Gasly. “Parabéns pelo pódio hoje, Pierre. Continue o bom trabalho nesta temporada”, escreveu a equipe alemã em suas redes sociais. A mensagem também mostra que o time de Toto Wolff acompanha de perto o que acontece ao seu redor. Além disso, a heptacampeã não faz segredo de que ainda não bateu o martelo quanto à vaga de Valtteri Bottas em 2022 – o finlandês, como se sabe, tem apenas esse ano de contrato e vem sendo cobrado pela esquadra por um melhor desempenho.

À imprensa francesa, Gasly retribuiu o post da Mercedes. “É bom ver que no paddock tem gente que conhece o trabalho. Hoje, estou em uma equipe do meio do pelotão que está tendo um bom desempenho. E claramente o meu objetivo é um dia estar em um carro que me permita lutar por vitórias e pódios em todos os fins de semana, além do título mundial”, afirmou.

Portanto, não é nenhuma surpresa notar que o piloto desperta a atenção. Sem perspectiva de subir para a Red Bull novamente, o francês já passa a ser visto como um elemento valioso e uma prova é a defesa veemente de Helmut Marko, notório crítico de Gasly. “Na AlphaTauri, o conjunto encaixa perfeitamente, a combinação vai bem junta. Ainda temos um contato que dura mais dois anos. Pierre é o embaixador ideal da equipe. Além disso, a performance no carro é forte”, ressaltou o conselheiro dos taurinos.

Marko tem razão em um ponto: de fato, o encaixe com a equipe italiana parece perfeito. Mas isso só acontece porque foi dada a ele a liberdade de trabalhar. Pierre tem o talento de se reinventar, com uma habilidade rara de subir o sarrafo sempre que necessário. É por essa razão que os energéticos sabem que seria um revés enorme vê-lo partir. E é também por esse motivo que a AlphaTauri está onde está.


Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar