Russell abandona cor vermelha e escolhe capacete preto “por respeito a Schumacher”

George Russell afirmou ter preferido trocar cor vermelha do capacete em respeito a Michael Schumacher, que utilizou o mesmo tom no utensílio enquanto foi piloto da Mercedes

FÓRMULA 1 CANSA DE BRINCAR DE SER ANTIRACISTA E PROTESTOS GENÉRICOS ACABAM

George Russell apresentou nesta terça-feira (15) o capacete que usará na temporada 2022 da Fórmula 1, sua primeira como companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes. O piloto britânico optou por alterar o conjunto de cores que utilizará no utensílio, que agora possui a cor preta como predominante. Além do número #63 do piloto estampado na lateral e na parte traseira, o capacete carrega ainda detalhes em vermelho e claro, a marca da equipe alemã.

A mudança também tem a ver com um dos principais nomes da história da Fórmula 1: Michael Schumacher. O alemão eternizou alguns modelos de capacete, dentre eles um vermelho, utilizado na Ferrari e em seus últimos anos na categoria com a Mercedes. Russell optou por evitar a semelhança e assim possíveis comparações com o heptacampeão.

“É bem diferente em relação às cores que eu utilizava anteriormente, e eu fui em um preto ousado nesta temporada”, disse. “E a razão para isso é que queria algo mais ousado, vermelho era a cor principal do meu capacete, e eu acho que um capacete vermelho em uma Mercedes seria muito Michael Schumacher. Eu realmente queria respeitar isso e ir em uma direção diferente”, revelou.

Capacete de Russell continua com detalhes em vermelho, mas preto predomina (Foto: Mercedes)

“Então trouxe o preto, o vermelho na lateral e nas linhas, e o detalhe em azul que eu realmente adoro e é provavelmente algo que veremos mais neste ano”, prosseguiu. “Acho que ficou bem legal e agressivo, então espero que gostem. Vocês o verão em breve com o W13, em Silverstone”, encerrou o inglês.

George Russell fez sua estreia na Fórmula 1 em 2019, já como piloto Mercedes porém vestindo as cores da Williams — equipe pela qual correu até o final de 2021. No meio do percurso, no entanto, o britânico já possui uma participação pela escuderia alemã no calendário.

Em 2020, Russell foi o responsável por substituir Hamilton no GP de Sakhir, já que o heptacampeão havia testado positivo para Covid-19. O inglês desempenhou um ótimo papel e caminhava na liderança para vencer a corrida, quando a Mercedes errou completamente nas trocas de pneus entre ele e Valtteri Bottas, e a vitória caiu nos braços de Sergio Pérez, que defendia a Racing Point. George terminou apenas em nono.

Até o ano passado, capacete de Russell era completamente vermelho (Foto: Williams)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Foi em 2021 que o piloto enfim conseguiu seus primeiros resultados mais destacados na F1, afinal o carro da Williams também não permitia a Russell sonhos mais altos. Assim, conseguiu pontuar em quatro corridas na temporada passada, com direito a um segundo lugar no GP da Bélgica — quando os carros deram apenas duas voltas atrás do safety-car e os pilotos receberam pontuações pela metade.

Agora, Russell substitui Bottas na Mercedes e parte para sua primeira temporada no carro que venceu todos os últimos oito Mundiais de Construtores. A estreia oficial do britânico pela nova equipe será no dia 20 de março, no GP do Bahrein, que marca o início da temporada.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar