Russell lamenta efeitos de bandeira vermelha no Q2 na China: “Detalhe com grande impacto”

A bandeira vermelha causada por Carlos Sainz atrapalhou a tentativa de volta rápida de George Russell, que teve de utilizar um jogo a mais de pneus macios durante o Q2. A consequência veio pouco depois, nos minutos finais do Q3

George Russell conseguiu apenas o oitavo melhor tempo na classificação do GP da China, que aconteceu na madrugada deste sábado (20), mas tinha a certeza de que poderia ter conquistado um resultado muito melhor. O titular da Mercedes afirmou que foi prejudicado pela bandeira vermelha causada por Carlos Sainz durante o Q2 e, por isso, não teve jogo de pneus macios novos para tentar melhorar sua volta no final do Q3.

A sete minutos do fim do Q2, Sainz saiu da pista na última curva quando fechava sua primeira volta rápida, rodou na reta principal e bateu o carro no muro. Com a pista suja e SF-24 #55 parada em posição perigosa, a direção de prova se viu obrigada a acionar a bandeira vermelha e paralisar a sessão.

Com isso, Russell, que estava em volta rápida e ainda não tinha um tempo registrado, teve de tirar o pé, abortou a tentativa e praticamente desperdiçou um jogo de pneus macios novos, o que acabou fazendo falta no Q3.

“A classificação foi complicada. Minha primeira volta no Q2 parecia muito boa, mas tivemos de abortá-la por causa da bandeira vermelha. Com isso tive de usar outro jogo de pneus novos para marcar um tempo e avançar para o Q3. Não fosse isso teríamos dois novos jogos para a parte final da classificação e poderia ter sido um resultado diferente”, analisou o piloto da Mercedes.

Carlos Sainz rodou quando contornava a última curva em Xangai (Vídeo: Reprodução/DAZN)

“Estávamos naquela luta entre terceiro e oitavo e, infelizmente, nos encontramos em último nessa batalha na classificação. Pequenos detalhes, mas grandes impactos. É difícil prever o que vai acontecer amanhã. Tudo depende dos carros ao nosso redor, então esperamos ter ritmo para avançar na tabela”, finalizou Russell.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP da China, em Xangai, e transmite sprint shootout, classificação e corridas em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. No domingo (21), a largada está marcada para as 4h.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.