Russell vê “ousadia” da Mercedes em Singapura: “Sabíamos que não seria fácil”

George Russell reconheceu que a estratégia da Mercedes por usar pneus slicks foi ousada em Singapura, mas entende que sua corrida não seria fácil de qualquer jeito

Na tentativa de melhores resultados, a Mercedes se arriscou no GP de Singapura: decidiu testar os pneus slicks com George Russell. Mas de nada ajudou em sua corrida, já que a pista ainda estava úmida. Por isso, ele admitiu que foi uma estratégia ousada, mas dificilmente mudaria alguma coisa, já que a classificação — em que ficou apenas com a 11ª posição — já havia sido muito ruim.

“Tomamos algumas decisões ousadas”, disse ele. “Obviamente, tudo é fácil pensando agora e, talvez, [fomos] um pouco ousados demais. Mas sabíamos que não seria fácil e é isso que acontece quando você tem uma classificação ruim em um circuito como esse”, acrescentou.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Russell também teve problemas em toque com Bottas e sofreu com um furo de pneu (Foto: Mercedes)

Além de seu abandono na Inglaterra, Singapura foi a única corrida do ano em que Russell terminou abaixo do top-5, pelo menos até agora. E suas expectativas para Suzuka não estão altas. Segundo o #63, a Ferrari se mostra distante.

“Adoraria que fosse tão competitivo como foi no fim de semana passado [em Monza], mas acho que vai ser um pouco mais difícil. Acho que a Ferrari foi muito rápida nas curvas de velocidade média-alta este ano. A Red Bull tem sido instável nas retas mas, obviamente com apenas uma zona DRS aqui em Suzuka, eles provavelmente estarão num bom lugar também”, comentou.

“Então não que vai ser fácil. Mas acho que sempre mostramos um ritmo muito bom no domingo, então não há razão para não estarmos na luta”, encerrou.

LEIA TAMBÉM
Vettel jura que “consideraria seriamente” voltar à F1 só para correr em Suzuka de novo
Hamilton diz que F1 2021 teria outro resultado se Mercedes “gastasse R$ 1,5 milhão a mais”

Pérez se preocupa com novas regras da F1 para pneus em 2023: “Coloca pilotos em risco”
Williams espera definir parceiro de Albon para 2023 “provavelmente após Abu Dhabi”
Verstappen pede “fim de semana perfeito” da Red Bull para conquistar bi da F1 no Japão
Wolff diz que calendário de 2023 “não é sustentável” e avisa: “Vou faltar a corridas”

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.