Russell vibra por empate com Pérez e elogia Williams: “Boas decisões nas horas certas”

George Russell marcou tantos pontos quanto Sergio Pérez desde o GP da Hungria. Isso mesmo: Williams e Red Bull. É algo incrível visto o começo do ano

BOTTAS E PÉREZ VÃO MAL? OK, MAS SÃO DECISIVOS NA LUTA PELO TÍTULO DA F1

A segunda parte da temporada 2021 tem, ao menos até agora, corrida incomuns. Quem está aproveitando isso como poucos é George Russell – e toda a Williams. Na realidade, contabilizando a pontuação das quatro corridas pós-recesso de verão e da última prova antes da parada, na Hungria, Russell tem os mesmos 16 pontos marcados por Sergio Pérez. Sim, um empate entre Williams e Red Bull.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O piloto inglês admite que até mesmo para ele e para a Williams a força recente é uma surpresa. Mas há muito crédito para distribuir à equipe de Grove.

“É claro que antes da temporada sempre há a esperança que as coisas serão melhores que no ano anterior, mas certamente depois dos testes e da corrida no Bahrein não havia maneira de imaginar que esses números seriam possíveis”, disse Russell ao site da F1.

Paddockast #123: A McLaren já está na ‘F1 A’? O que falta?

“Tenho de agradecer muito à equipe, eles tomaram tantas boas decisões nos momentos certos. Se pensarmos nestas últimas corridas: Spa foi no molhado, em Sóchi as condições foram bem complicadas na classificação e na corrida, Budapeste foi largada com intermediários e só em Monza a condição estava estável, mas ainda tinha a corrida sprint. Todas diferentes”, recordou.

“Creio que fizemos um trabalho incrível nessas últimas cinco corridas e aparecemos na hora certa e nos lugares certos para capitalizar nesses momentos, e acho que melhoramos o carro ao longo do caminho. Entendemos mais, testamos coisas que deram certa, talvez até mais que o esperado, e encontramos desempenho. Foi uma pena não pontuar em Sóchi por conta das circunstâncias do fim da corrida. Nosso stint final foi bem ruim, mas foram cinco corridas definitivamente boas”, afirmou.

O que vem pela frente é a Turquia, neste fim de semana. O asfalto desastroso de 2020 foi trabalhado para que aquilo não se repita. Caso se repita, porém, talvez não seja tão ruim.

“Não foi uma experiência agradável guiar aqui ano passado. Dedos cruzados para que esteja melhor neste ano. Mas é por causa desse tipo de fins de semana que estamos pontuando. De um ponto de vista puramente de agrado, queremos muita aderência e o carro o melhor possível no quesito confiabilidade. Mas se for o caso toda semana, talvez não pontuemos tanto, então eu aceito o desafio, mas quero que a pista esteja melhor que no ano passado”, finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Turquia AO VIVO e em TEMPO REAL.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Red Bull e AlphaTauri celebram parceria com Honda com pintura especial na Turquia

GP DA TURQUIA DE F1: HAMILTON COM NOVO MOTOR? RED BULL DE PINTURA NOVA? | Paddock GP #259

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar