F1

Giovinazzi revela que enfim teve conversas com Räikkönen: “Falei mais agora do que em dois anos de Ferrari”

Antonio Giovinazzi foi piloto de testes da Ferrari por dois anos e teve Kimi Räikkönen como titular durante todo este período. Mesmo assim, pouco falou com o fechado finlandês. Agora companheiros de Alfa Romeo, parece que enfim o italiano conseguiu contato com o campeão mundial
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
 Antonio Giovinazzi (Foto: Ferrari)
A Alfa Romeo, ex-Sauber, vai ter Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen como titulares em 2019. E, em 2018, o italiano chegou a comentar em entrevista ao GRANDE PRÊMIO que não havia conseguido conversar com o finlandês. Enfim, aparentemente, isso mudou.

Em entrevista à versão italiana do site 'Motorsport.com', Giovinazzi afirmou que tem falado com Räikkönen. E bastante, até: "Nos últimos meses, conversei mais do que nos dois anos anteriores na Ferrari."

"Ele é é bom e transparente. Acho que é uma ótima oportunidade ter a chance de trabalhar com ele", seguiu o italiano, que foi piloto de testes da Ferrari por dois anos, quando o campeão do mundo de 2007 era titular da escuderia italiana.
Antonio Giovinazzi (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Sobre oportunidades, Antonio foi questionado se chegou a pensar que não teria mais chances na F1 depois das duas corridas que fez pela Sauber em 2017, quando Pascal Wehrlein estava lesionado. Giovinazzi completou o GP da Austrália, mas protagonizou dois acidentes muito semelhantes na corrida seguinte, o GP da China, quando perdeu o controle do carro e bateu no muro em plena reta dos boxes: "Um pouco, sim, são pensamentos que aparecem na cabeça", admitiu.

"Mas aquela não foi uma oportunidade real. Estreei em Melbourne (GP da Austrália) sendo convocado no sábado de manhã e sem conhecer a pista, sem fazer nenhuma preparação. Foi uma sensação estranha, não conhecia o carro nem o grupo de trabalho. Me encontrei em um mundo distante do qual estava acostumado na F2. Tudo novo, mas quando vi a bandeira quadriculada fiquei feliz com meu trabalho", completou.

Aos 25 anos, Giovinazzi vai ter a chance de enfim ser titular na F1. O piloto é 14 anos mais novo que Räikkönen, na maior diferença de idade entre companheiros na atual temporada, empatado com a dupla da Williams (Robert Kubica, 34 anos, e George Russell, 20).