Giovinazzi teme problemas físicos na F1 após paralisação por Covid-19

Antonio Giovinazzi vê riscos em encaixar três corridas seguidas para pilotos que estão sem contato com carros de F1 desde fevereiro. O italiano espera que a retomada do campeonato traga problemas físicos análogos ao do começo da pré-temporada

Os pilotos da Fórmula 1 se esforçam para seguir em forma durante a pandemia do coronavírus, que impede a realização de corridas no primeiro semestre de 2020. Quando o campeonato começar, é provável que seja já com sequência de três GPs em três semanas. E isso deixa Antonio Giovinazzi preocupado: o italiano acredita que problemas físicos serão recorrentes no retorno.
 
A explicação do piloto da Alfa Romeo é que, mesmo no cenário otimista de uma temporada começando no fim de junho, já serão quatro meses desde o último contato com os carros, nos testes de Barcelona. Dores musculares podem tornar a retomada das atividades uma tarefa árdua.
 
“Acho que vai ser completamente difícil”, disse Giovinazzi, entrevista pela Sky Sports. “Pensando nas férias de inverno, é muito difícil quando voltamos para Barcelona depois de dois meses [sem correr]. Depois do primeiro dia você fica completamente destruído, o pescoço fica completamente acabado. Vamos ter mais de dois meses, talvez mais de três meses sem corrida. Quando voltarmos, tenho certeza de que todos vão ficar mal. Talvez três semanas seguidas seja algo muito, muito duro”, destacou.
Antonio Giovinazzi tem preocupações a respeito da retomada da F1 2020 (Foto: Alfa Romeo)
“Vai ser o mesmo para todo mundo, mas precisamos estar em forma. Agora é a hora de garantir que vamos conseguir pilotar depois, mas não será fácil. Isso é certo”, seguiu.
 
O problema do preparo físico não é único da Fórmula 1. No futebol, também paralisado pela Covid-19, há debate sobre a realização de uma nova pré-temporada antes de encarar uma sequência pesada de jogos. A diferença é que pilotos ao menos podem matar a saudade dos carros em corridas virtuais, usando simuladores caseiros.
 
Paddockast #56
QUEM VAI SER O PRÓXIMO BRASILEIRO NA F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

assine agora