Giovinazzi traça meta de transformar Sauber em ‘melhor do resto’, mas pondera: “É um objetivo difícil”

Antonio Giovinazzi acredita que a Sauber pode buscar o quarto lugar no Mundial de Construtores, mas fazendo a ressalta de que a missão é “muito difícil”. O novo titular em Hinwil acredita que a Renault tem grande vantagem na disputa

A reação da Sauber ao longo de 2018, alcançando o oitavo lugar no Mundial de Construtores e cativando a atenção de equipes rivais, faz Antonio Giovinazzi sonhar mais alto. O piloto italiano, novo titular em Hinwil ao lado de Kimi Räikkönen, não descarta colocar a escuderia na condição de melhor do pelotão intermediário, atrás apenas de Mercedes, Ferrari e Red Bull.
 
O objetivo implicaria em superar Renault, Haas, McLaren e Racing Point, rivais diretas que terminaram 2018 com mais pontos do que a Sauber. Das quatro, a equipe que mais preocupa Giovinazzi é a francesa.
 
“Acho que é uma meta alta imaginar a Sauber como quarta [melhor] equipe. A Renault é muito forte, além de que vai ficar mais forte com seus pilotos [Ricciardo e Hülkenberg]”, reconheceu Giovinazzi, entrevistado pelo site ‘Race Fans’.
 
“A verdade é que ainda não sabemos. Vamos ter um carro diferente, e aí vamos ver. O objetivo é ser o melhor do resto, mas esse é um objetivo muito difícil. Vamos tentar”, continuou.
Antonio Giovinazzi tem a missão de ajudar a Sauber a crescer ainda mais em 2019 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A Sauber já teve corridas em que brigou diretamente pela condição de melhor equipe. Com Charles Leclerc como estrela, o melhor resultado foi o sexto lugar no GP do Azerbaijão. No fim do ano, os resultados vieram com frequência: o mesmo Leclerc foi sétimo nos últimos três GPs. A situação levou a uma inesperada briga com a Force India pelo sétimo lugar, com os adversários levando a melhor por apenas quatro pontos de diferença.
 
Para alcançar a Renault, a Sauber precisa remar mais. A equipe francesa somou 122 pontos, enquanto a suíça chegou aos 48. A meta de Giovinazzi, portanto, só vira realidade no caso de recuperar uma vantagem equivalente a 74 pontos.
 
A missão da Sauber começa no GP da Austrália, marcado para 17 de março.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube