F1

Globo descarta GP do Canadá no domingo e registra primeiro fim de semana sem qualquer transmissão ao vivo da F1

A emissora vai ignorar completamente as atividades de um final de semana de corrida em tempo real. Nem a classificação do sábado, como vem acontecendo, nem a corrida no domingo, por conta do horário que bate com o futebol do Campeonato Brasileiro. O SporTV fica encarregado. O GRANDE PRÊMIO acompanha em tempo real
Warm Up / VICTOR MARTINS, de São Paulo
 Luciano Burti ao lado de Galvão Bueno e Reginaldo Leme (Foto: Reprodução)
"Um jovem fanático por artes marciais sonha regularmente com o Rei Macaco, mestre na arte do kung fu, e frequenta uma loja de penhores em Chinatown. Um dia, no fundo da loja, ele encontra um cajado igual ao usado pelo Rei Macaco em seus sonhos: medindo mais de um metro de comprimento e com um macaco gravado. Quando uma gangue tenta assaltar o local, ele recebe a missão de devolver o cajado a seu dono verdadeiro."

É a descrição do filme estrelado por Jackie Chan que a Globo vai passar no próximo domingo em 'Temperatura Máxima'. No horário do GP do Canadá de F1.
Sem F1 na Globo no Dia dos Namorados, Galvão (Foto: Reprodução)

A emissora carioca tinha para este ano o mesmo dilema de 2015: com o horário de largada às 15h (de Brasília), teria de passar a primeira hora da sétima etapa do campeonato para cortar a transmissão e passar o sagrado Campeonato Brasileiro de futebol. Mas a cúpula da Globo decidiu por algo mais radical: não passar nada ao vivo. 

Junte-se a isso a decisão de também não exibir mais nem a parte final do treino classificatório no sábado — oficialmente, a F1 também não consta na sua programação —, e a Globo vai marcar seu primeiro fim de semana completo sem qualquer atenção em tempo real dedicada à categoria desde que passou a agregar em seu leque a transmissão do treino de sábado, em 1991.

No fim do ano passado, nas etapas dos EUA e do México, a Globo ao menos entrou ao vivo para relatar como se definiriam os grids de largada — não no caso de Austin, onde a chuva cancelou a classificação.

Como acontece nestes casos, é o SporTV quem vai assumir o comando. Os treinos livres, a classificação e a corrida vão passar no canal por assinatura, que promete iniciar a transmissão às 14h30 no SporTV2. A F1 vai entrar no ar na Globo no domingo à noite, às 23h55, em um compacto de uma hora após a terceira partida do Brasil na Copa América Centenário, contra o Peru.

O GRANDE PRÊMIO vai transmitir, como de costume, os treinos livres, a classificação e a corrida em Montreal no tradicional TEMPO REAL. E sugere a todos a seguir nossa conta no Twitter — também com transmissão alternativa de todas as atividades em pista —, curtir nossa página no Facebook e ficar ligado em nosso Instagram.

Que tal participar do Fantasy F1 e concorrer a prêmios? Inscreva-se no 'Fantasy F1 Grand Prix du Canada (RtAD) 2016'.

Funciona assim: forme uma equipe com um orçamento de 115 milhões de euros. Seus pilotos marcarão pontos com base nos resultados das corridas (pontos de corrida) e na diferença entre a posição final e a posição da qualificação (pontos de bônus).

Ficou interessado? Vem e entre nesta com a gente.

E por que ver o GP do Canadá?

Depois da disputa da sexta etapa do Mundial no charmoso Principado de Mônaco, a F1 agora cruza o Atlântico Norte para correr em Montreal, na também bela pista Gilles Villeneuve. E a prova é cercada de expectativa depois da quase vitória da Red Bull em Monte Carlo. Por isso, o GRANDE PRÊMIO lista cinco motivos para não se perder o GP do Canadá.
Fernando Alonso sofre acidente grave durante GP da Austrália (Foto: Getty Images)

O acidente de Alonso na Austrália

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) concluiu as investigações sobre o horrível acidente sofrido por Fernando Alonso durante o GP da Austrália, em março deste ano, e revelou que o piloto da McLaren experimentou um impacto de 46 vezes a força da gravidade na batida que se deu a 305 km/h.

O espanhol sofreu pequenas fraturas nas costelas em decorrência da colisão e acabou de fora da corrida seguinte, no Bahrein. Ainda assim, o bicampeão foi capaz de deixar o carro por conta própria logo depois da assustadora batida em Melbourne, que ocorreu na volta 18 e que envolveu o carro de Esteban Gutiérrez.

Leia aqui a notícia completa.
PADDOCK GP #32 DEBATE MotoGP, F1, INDY E STOCK CAR