Glock critica Pic por tê-lo atrapalhado na Hungria e sugere que novato “não entende inglês”

Mais lento que o estreante Charles Pic na classificação do GP da Hungria, Timo Glock criticou o companheiro de Marussia e o acusou de atrapalhá-lo em sua volta rápida no Q1, revelando um clima de inimizade dentro dos boxes da equipe anglo-russa

Nenhum piloto aceita de bom grado quando é batido pelo seu próprio companheiro de equipe. Foi o que aconteceu com o experiente Timo Glock no sábado (28), na sessão classificatória do GP da Hungria. O alemão garantiu o 22º no grid em Budapeste, mas foi superado pelo novato Charles Pic, que largou uma posição à frente.

Novato Pic foi duramente criticado pelo experiente Glock na classificação da Hungria (Foto: Marussia/Facebook)

Glock entende que seu parceiro de equipe na Marussia o prejudicou durante tentativa de volta rápida no Q1. Nas palavras do germânico, ex-Jordan e Toyota, Pic o bloqueou na sessão e impediu uma possível melhora no seu tempo que poderia resultar em melhor posição no grid de largada, justamente à frente de Charles.

“Talvez ele não compreenda o inglês no rádio”, bradou Glock, que descartou conversar com o francês sobre o assunto. “Não faz sentido. Isso aconteceu pela segunda ou terceira vez, assim, cabe à equipe resolver isso”, acrescentou o piloto alemão.

De acordo com a agência de notícias ‘SID’, Pic e Glock têm péssima relação dentro dos boxes da equipe anglo-russa. A título de comparação, com exceção do GP da Europa, onde Timo não correu por problemas estomacais, o ‘placar’ aponta 6 x 4 a favor do alemão quanto às classificações. Contudo, o francês largou à frente do seu companheiro de equipe nas duas últimas etapas da temporada, na Alemanha e na Hungria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube