Governadora se mostra otimista com renovação do contrato do GP do Canadá com F1 após 2014

Pauline Marois disse que as conversas com a F1 estão avançadas e espera um construir um contrato que seja vantajoso tanto para a cidade de Montreal quanto para a categoria. Bernie Ecclestone, porém, disse que a corrida não é insubstituível

Apesar de ser uma das corridas mais aguardadas do ano, o GP do Canadá segue com o futuro indefinido. Com contrato vencendo no fim de 2014, os promotores da corrida estão tentando negociar um acordo com Bernie Ecclestone para diminuir as taxas necessárias para sediar uma etapa da F1 e ampliar o vínculo. Entretanto, em contrapartida, o dirigente exige uma reforma completa do paddock e da área de boxes.

Mesmo com os encargos colocados pelo chefão da F1, a governadora de Quebec (onde a cidade de Montreal está localizada), Pauline Marois, afirmou que está confiante em conseguir um acerto que seja vantajoso tanto para a cidade quanto para a categoria. “Eu disse a Ecclestone que precisamos concluir um acordo que seja bom para todos e acho que ele concorda comigo”, disse a governante à agência ‘Canadian Press’.

O vínculo do GP do Canadá com a F1 termina em 2014 (Foto: Getty Images)

O promotor do GP do Canadá, Francois Dumontier, concordou com a governadora e revelou que as conversas para a renovação do contrato de Montreal com a principal categoria do automobilismo estão avançadas. “Eu continuo otimista. As negociações estão avançando entre todas as partes, e o tom é favorável”, afirmou.

Opinião GP: atípico e triste, GP do Canadá evidencia constância de Vettel
A cobertura completa do GP do Canadá no GRANDE PRÊMIO
As imagens de domingo da F1 em Montreal

O clima de euforia para a extensão do vínculo, porém, não chega a Ecclestone. O dono dos direitos da F1 disse em entrevista à emissora de rádio ‘Canada’ que gostaria de manter a etapa canadense no calendário, mas que esta não é uma corrida insubstituível. “Eu gosto de Montreal, mas enquanto a corrida é uma preocupação eu não estou desesperado. Essa não é a única corrida no mundo”, encerrou o dirigente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube