F1

GP às 10: Alemanha tem histórico de circuitos tradicionais que foram 'gourmetizados'

Hockenheim, casa da F1 nesta semana, deixou o traçado que atravessava a Floresta Negra para usar versão muito menos icônica. Processo parecido aconteceu em Nürburgring, com o Nordschleife escanteado. Vitor Fazio comenta o histórico

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
A Fórmula 1 vai para a Alemanha nesta semana. É um país tradicional e em um circuito tradicional – Hockenheim. Só que o autódromo da Floresta Negra já não é mais na versão tradicional com retas enormes. Isso da mesma forma que Nürburgring parou de usar o Nordschleife para a F1. No GP às 10 desta terça-feira (23), Vitor Fazio lamenta o histórico dos alemães de abrir mão de traçados marcantes por outros ‘gourmetizados’ e com menos alma.


Paddockast #25
Bênçãos e Maldições da Fórmula E


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.