F1

GP às 10: Bellof foi piloto diferenciado por chance de ser Senna e Schumacher em uma pessoa só

Stefan Bellof era Ayrton Senna no talento e Michael Schumacher na esperança de erguer uma Alemanha então pouco influente na F1. Bellof, nascido exatos 61 anos atrás, é o tema do comentário de Vitor Fazio no GP às 10
Warm Up / Redação GP, de Berlim
 Stefan Bellof defendia a Porsche no Mundial de Endurance (Foto: Reprodução)
Stefan Bellof teve o talento, mas não a chance de fazer história na Fórmula 1. Nesta terça-feira (20), dia que seria do aniversário do alemão, morto em Spa-Francorchamps em 1985, Vitor Fazio recorda um piloto especial, que podia ser tanto Ayrton Senna quanto Michael Schumacher se pudesse dar sequência à jornada no automobilismo. No GP às 10, o jornalista destaca que a perda prematura de um talento como Bellof foi um verdadeiro crime contra o automobilismo.

O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.