F1

GP às 10: Bottas e Binotto, queda e ascensão: o que muda internamente em Mercedes e Ferrari

A semana apresentou duas mudanças importantes para figuras centrais das duas maiores equipes da F1: Mercedes e Ferrari. Na atual pentacampeã, Valtteri Bottas perdeu seu patrocínio que permitiu que alçasse o espaço onde está hoje; na Ferrari, a demissão de Maurizio Arrivabene para que o ex-diretor-técnico Mattia Binotto assuma a chefia para comandar uma evolução. É Victor Martins no GP às 10
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
O desempenho parco na temporada 2018 custou a Valtteri Bottas o seu principal patrocinador, que preferiu encerrar a parceria e praticamente colocar um ponto final na história do finlandês ao fim do ano, ainda que o calendário ainda esteja longe de sequer começar. Na Ferrari, uma decisão fundamental: a saída de Maurizio Arrivabene para a entrada de Mattia Binotto no cargo de chefe de equipe. Um tombo do qual Bottas dificilmente vai se recuperar e uma escolha que representa a vontade de dar o último passo para a Ferrari. Victor Martins comenta as situações no GP às 10 desta sexta-feira (11).

O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.