F1

GP às 10: Cautela de Verstappen em Mônaco é novo sinal de amadurecimento para ser futuro campeão da F1

Max Verstappen não foi kamikaze no GP de Mônaco, aceitando que seria difícil superar Lewis Hamilton e trazendo o resultado. No GP às 10, Vitor Fazio avalia: trata-se de um passo importante no desenvolvimento do holandês

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Max Verstappen foi paciente com Lewis Hamilton no GP de Mônaco, aguardando até o último momento para tentar uma ultrapassagem que nem chegou a ser louca. Para Vitor Fazio, responsável pelo GP às 10 noturno desta terça-feira (28), é um sinal de amadurecimento: o holandês agora entende a necessidade de aceitar resultados ao invés de colocar tudo a perder, algo que vai ser útil na briga por títulos no futuro.


O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.