GP às 10: É triste que única ambição da Williams seja sobreviver

No seu GP às 10 desta noite de sábado (25), Fernando Silva fala sobre a situação da Williams. As chegadas de Nicholas Latifi como titular e de Roy Nissany como reserva apenas indicam que a lendária equipe britânica não tem outra ambição a não ser a própria sobrevivência

A F1 se encaminha para o fim do seu período de recesso. Equipes e pilotos se preparam para os testes de pré-temporada, muitos com grandes ambições. A Williams, entretanto, indica que não almeja nada mais do que simplesmente seguir no grid e apenas fazer número. Essa é a opinião de Fernando Silva. No GP às 10 desta noite de sábado (25), o jornalista fala sobre as chegadas de Nicholas Latifi como titular e de Roy Nissany como reserva como sinais de que a outrora grandiosa equipe britânica busca simplesmente sobreviver, mas mostra não ter perspectivas reais de lutar contra as outras adversárias do pelotão intermediário em 2020.

O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar