GP às 10: Na seca há uma década, Ferrari não pode ser campeã tendo problema com uma simples vela

Victor Martins critica a equipe italiana, que até fez um carro capaz de permitir a Sebastian Vettel brigar pelo título, mas que não é confiável o suficiente. Abandonar com uma vela é inadmissível por uma equipe de ponta

A edição do 'GP às 10' desta noite de domingo (8) foi gravada durante o GP do Japão quando Victor Martins já percebeu que Lewis Hamilton ganharia e aumentaria a diferença em 59 pontos para Sebastian Vettel, que perdeu potência e abandou a prova por um problema na vela do carro. Para o jornalista, não adianta a Ferrari fazer um carro competitivo quando se perde em problemas toscos como este, digno de Sauber ou times dos anos 80 ou 90 tipo Simtek, Pacific ou Osella. E em três corridas, toda a emoção do campeonato se foi: Lewis Hamilton é tetracampeão.

O 'GP às 10' é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO e convidados especiais, sempre às 10h, do dia e da noite.

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Veja aqui todas as edições do 'GP às 10'.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube