GP às 10: Russell, Gasly, Ocon e Albon: o que a nova geração da F1 precisa é tempo

A nova geração da Fórmula 1 tem ótimos valores, mas pouco tempo para se provar. Pierre Gasly, Alexander Albon e Esteban Ocon já sofreram assim. Agora, George Russell precisa agir rapidamente. Gabriel Curty explica no GP às 10

Tempo não é algo que esteja sobrando na Fórmula 1. É por isso que, cada vez mais, jovens e promissores pilotos da nova geração acabam perdendo espaço rapidamente, sem que consigam atingir a maturidade necessária.

Max Verstappen, Charles Leclerc e Lando Norris são exemplos de pilotos que estavam na hora e lugar certos, mas outros bons valores como George Russell, Pierre Gasly, Esteban Ocon e Alexander Albon encontraram uma série de obstáculos.

No GP às 10 desta sexta-feira (1), Gabriel Curty e Victor Martins analisam a situação dos quatro representantes da nova geração, traçando um paralelo entre Gasly e Albon, rifados da Red Bull, mas também entre Russell e Ocon que não tiveram espaço no time principal da Mercedes.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube