GP de Portugal reduz número de espectadores após aumento de casos de Covid-19

Em nota, Algarve informou que ingressos sem assento demarcado serão excluídos. Medida vem após restrições do governo português por conta do aumento de casos de Covid-19

O crescimento de casos de Covid-19 na Europa forçou a organização do GP de Portugal a reduzir a capacidade de espectadores da corrida que acontece no próximo domingo (25).

O governo português anunciou uma série de restrições de aglomeração na semana passada. A organização da corrida chegou a colocar 46 mil ingressos à venda, mas o número de espectadores permitidos será de 27.500.

“Como consequência dessas novas medidas, as autoridades sanitárias e administrativas determinaram também novas limitações e proibições à presença de público no GP de Portugal, principalmente uma diminuição do número total de espectadores permitidos, e também a proibição total de espectadores na zona de peão”, declarou o Autódromo Internacional do Algarve em nota oficial. A zona de peão é uma área de gramado, sem arquibancada.

Lewis Hamilton no Algarve, Portugal, em 2008 (Foto: Reuters)

“Perante este cenário, que foge do nosso controle, caso assim prefira, faremos a devolução na íntegra do valor do bilhete e do custo de envio. Em alternativa, trabalhamos em diversas soluções para que os possuidores de bilhetes de peão consigam, ainda assim, assistir à corrida, pelo que criamos um conjunto de possibilidades”, seguiu a nota oficial.

“Gostaríamos muito que o momento atual fosse outro, para que tudo pudesse decorrer de uma forma diferente, mas temos de nos adaptar às situações e resolver as mesmas dentro das possibilidades ao nosso alcance”, concluiu.

Segundo o último boletim do ministério da saúde português, são 2.213 mortes e 103.736 casos de Covid-19. No último dia 16, o país registrou recorde de novas infecções, com 2.608.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube