GPDA elege Button no lugar de Massa como diretor. De la Rosa permanece na presidência

Pedro de la Rosa, presidente da GPDA, Associação dos Pilotos de GP, anunciou que Jenson Button foi eleito no lugar de Felipe Massa como diretor do grupo. O espanhol permanece no comando, enquanto Sebastian Vettel segue como o segundo diretor da associação

A GPDA (Associação dos Pilotos de GP) anunciou, por meio do seu presidente Pedro de la Rosa, que Jenson Button foi eleito como substituto de Felipe Massa na função de diretor do grupo. O pleito foi realizado pela GPDA nesta sexta-feira (22) em Sepang. O veterano espanhol, que atualmente ocupa a função de reserva na Ferrari, segue no comando da associação, enquanto Sebastian Vettel continua com seu papel como diretor, assim como Button, segundo piloto mais experiente da F1.


Em entrevista ao site da revista britânica ‘Autosport’, De la Rosa comemorou a vinda de Button ao corpo diretivo da associação. “É bom para a GPDA ter dois campeões mundiais como diretores agora”, declarou o piloto espanhol.
Button foi eleito novo diretor da GPDA nesta sexta-feira na Malásia  (Foto: McLaren)

Além da eleição de Button como novo diretor da GPDA, a associação dos pilotos da F1 colocou em pauta também as multas impostas aos pilotos por conta do excesso de velocidade no pit-lane. Entretanto, após a reunião, os pilotos decidiram deixar a questão nas mãos da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

Ocorre que em Melbourne, na semana passada, muitos pilotos criticaram o valor imposto pela FIA quanto às infrações por excesso de velocidade no pit-lane. Felipe Massa, Esteban Gutiérrez e Valtteri Bottas foram multados na Austrália. Contudo, representantes da GPDA criticaram a quantia a ser paga, já que o valor da superlicença paga pelos pilotos aumentou consideravelmente em 2013.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube