Grosjean aproveita pista seca e lidera 3º treino chuvoso em Melbourne. Vettel enfrenta pane hidráulica

A terceira sessão de treinos livres do GP da Austrália teve apenas 16 minutos com pista seca. Antes de a chuva dar as caras em Melbourne, Romain Grosjean cravou o melhor tempo: 1min26s929, seguido por Fernando Alonso e Felipe Massa

 

A terceira e última sessão de treinos livres antes da classificação do GP da Austrália, neste sábado (16), teve dois momentos distintos. O primeiro, entre o primeiro e o 16º minuto de atividade no circuito Albert Park, foi marcado pela grande movimentação na pista, com 18 dos 22 pilotos registrando tempo. Daí por diante, um verdadeiro temporal desabou em Melbourne e interrompeu o cronograma planejado pelas equipes antes da definição do grid de largada da primeira etapa da temporada 2013 do Mundial de F1.

Em termos de tempo de volta, quem acabou aproveitando melhor a pista seca foi Romain Grosjean. Segundos antes de a chuva e dos fortes ventos darem as caras e encharcar o asfalto de Albert Park, o franco-suíço posicionou seu belo Lotus E21 na liderança ao registrar 1min26s929. Grosjean subiu para a ponta após bater a dupla da Ferrari, com Fernando Alonso e Felipe Massa, respectivamente, que lideravam a sessão naquele momento. O único brasileiro do grid da F1 em 2013 completou o top-3 do terceiro treino.

Paul di Resta foi o quarto colocado com a sua Force India, superando Kimi Räikkönen, companheiro de equipe de Grosjean na Lotus. Daniel Ricciardo foi o sexto, com o parceiro de Toro Rosso Jean-Éric Vergne vindo na sequência. Adrian Sutil, Nico Hülkenberg e Esteban Gutiérrez completaram o rol dos dez primeiros. Sebastian Vettel marcou apenas a 12ª melhor volta da sessão, enquanto Lewis Hamilton só marcou tempo com a pista molhada, na parte final do treino.

Aos 50 minutos de sessão, o alemão estava a caminho de abrir sua primeira volta com pneus intermediários, mas seu RB9 enfrentou uma pane e parou na curva 4 por conta de problemas hidráulicos, encerrando prematuramente sua participação antes da definição do grid de largada do GP da Austrália.

Com a pista seca, Grosjean marcou o melhor tempo do treino livre 3 em Melbourne (Foto: Getty Images)

Saiba como foi o terceiro treino livre do GP da Austrália de F1

Com o céu bastante nublado e a temperatura da pista beirando os 23ºC, o terceiro e último treino livre antes da definição do grid do GP da Austrália teve início exatamente às 14h de Melbourne (meia-noite em Brasília). No paddock, a pergunta era uma só? Será que alguém tinha cacife suficiente para fazer frente a Sebastian Vettel? Mas a questão não seria respondida logo de início, já que os 22 pilotos usaram os primeiros minutos da sessão para a realização de voltas de instalação e reconhecimento da pista.

Mas a grande estrela do começo do treino nem foi Vettel e sim o céu nublado de Melbourne. Temendo a chuva, as equipes liberaram seus pilotos para irem à pista em seguida para acumular a maior quilometragem possível. E foi a Red Bull que marcou o melhor tempo do início da sessão, mas com Mark Webber, piloto da casa, andando na casa de 1min30s. O veterano, em seguida, foi batido pela dupla da coirmã Toro Rosso, como Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne.

Os tempos começaram então a despencar, na proporção inversa à possibilidade de chuva nos minutos seguintes do treino. Assim, ainda com pista seca, a dupla da Ferrari pulou na frente, primeiro com Fernando Alonso, que marcou 1min27s537, e depois com Felipe Massa, que foi 0s130 mais rápido que seu companheiro de equipe e subiu para a ponta.

Vettel, com novo capacete, andou pouco no treino livre (Foto: Red Bull/Getty Images)

Enquanto isso, Vettel, Nico Rosberg e Lewis Hamilton ainda permaneciam sem tempo registrado em Melbourne. Em seguida, com 14 minutos de treino, Alonso cravou exatos 1min27s000 e retornou à primeira posição no mesmo instante em que Vettel deu início ao seu stint de voltas cronometradas, mas sem apresentar grandes tempos.

Quem mostrou um grande tempo foi, de maneira até surpreendente, Romain Grosjean com a bela Lotus E21. O franco-suíço, com pneus médios, anotou 1min26s929, tempo 1s acima da melhor marca do fim de semana até o momento, registrada por Vettel no fim da última sexta-feira.

Mas aí finalmente chegou a chuva, bastante forte e acompanhada por um vento ‘tinhoso’, suficiente para molhar a pista em pouco tempo, aos 16 minutos de sessão. Logo, todos os pilotos recolheram seus carros para os boxes em Albert Park. Dentre os 22 competidores, quatro ainda não tinham tempo no terceiro treino: Max Chilton, Valtteri Bottas, Pastor Maldonado e Lewis Hamilton. O líder da sessão era Grosjean.

Cerca de 18 minutos depois que a chuva despencou em Melbourne, Massa quebrou o silêncio na pista, ligou seu potente motor Ferrari e foi o primeiro a desafiar o asfalto encharcado de Albert Park. O brasileiro aproveitou as condições críticas da pista para fazer simulações, provavelmente já contando com a expectativa de chuva para a sessão classificatória do GP da Austrália.

Logo, o gesto de Felipe foi seguido por boa parte dos pilotos do grid, que foram à pista com os pneus indicados para chuva forte e identificados pela Pirelli com as laterais pintadas em azul.

Na fase final do treino, a pista melhorou um pouco e começou a formar um trilho um pouco mais seco. Assim, os pilotos passaram a deixar os boxes com pneus intermediários, inclusive Vettel. Aos 50 minutos de sessão, o alemão, já com nova pintura de capacete, estava a caminho de abrir sua primeira volta com os intermediários, mas seu RB9 enfrentou uma pane e parou na curva 4 com problemas hidráulicos no carro.

Acompanhe a cobertura do GP da Austrália no GRANDE PRÊMIO
Victor Martins: O conclave da F1
Curta a página do Grande Prêmio no Facebook
Siga o Grande Prêmio no Twitter

F1, GP da Austrália, Melbourne, treino livre 3:
 
1
Romain GROSJEAN
FRA
Lotus Renault
 
1:26.929
 
14
2
Fernando ALONSO
ESP
Ferrari
 
1:27.000
+0.071
7
3
Felipe MASSA
BRA
Ferrari
 
1:27.241
+0.312
10
4
Paul DI RESTA
ESC
Force India Mercedes
 
1:27.533
+0.604
9
5
Kimi RÄIKKÖNEN
FIN
Lotus Renault
 
1:27.625
+0.696
12
6
Daniel RICCIARDO
AUS
Toro Rosso Ferrari
 
1:27.849
+0.920
19
7
Jean-Éric VERGNE
FRA
Toro Rosso Ferrari
 
1:27.860
+0.931
16
8
Adrian SUTIL
ALE
Force India Mercedes
 
1:28.069
+1.140
15
9
Esteban GUTIÉRREZ
MEX
Sauber Ferrari
 
1:28.253
+1.324
18
10
Nico HÜLKENBERG
ALE
Sauber Ferrari
 
1:28.253
+1.324
20
11
Nico ROSBERG
ALE
Mercedes
 
1:28.486
+1.557
13
12
Sebastian VETTEL
ALE
Red Bull Renault
 
1:29.808
+2.879
9
13
Mark WEBBER
AUS
Red Bull Renault
 
1:30.073
+3.144
16
14
Jules BIANCHI
FRA
Marussia Cosworth
 
1:30.388
+3.459
17
15
Giedo VAN DER GARDE
HOL
Caterham Renault
 
1:30.598
+3.669
20
16
Charles PIC
FRA
Caterham Renault
 
1:30.959
+4.030
19
17
Jenson BUTTON
ING
McLaren Mercedes
 
1:33.236
+6.307
7
18
Sergio PÉREZ
MEX
McLaren Mercedes
 
1:33.527
+6.598
8
19
Pastor MALDONADO
VEN
Williams Renault
 
1:39.779
+12.850
13
20
Valtteri BOTTAS
FIN
Williams Renault
 
1:39.779
+12.850
13
21
Max CHILTON
ING
Marussia Cosworth
 
1:42.872
+15.943
13
22
Lewis HAMILTON
ING
Mercedes
 
1:47.246
+20.317
9
 
TEMPO 107%
TL1
 
 
1:33.014
+6.085
 
 
 
 
 
 
 
 
 
REC
Sebastian VETTEL
ALE
Red Bull Renault RB7
 
1:23.529
23/03/2011
 
MV
Michael SCHUMACHER
ALE
Ferrari F2004
 
1:24.125
07/03/2004
 


Tabela melhor visualizada em fonte DINMittel Schrift

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube