Steiner alerta chefe da Williams sobre rumores de Sainz e Newey: “Pode parecer estúpido”

Guenther Steiner acredita que James Vowles precisa tomar mais cuidado com nomes que são ligados com a Williams. Carlos Sainz e Adrian Newey apareceram na lista de rumores do time

Ex-chefe de equipe da Haas, Guenther Steiner alertou sobre as recentes notícias que envolvem o nome da Williams. A equipe, que atualmente é apenas a oitava colocada no Mundial de Construtores, recentemente foi ligada ao nome do engenheiro Adrian Newey, que está de saída da Red Bull e é almejado por times como Ferrari e Mercedes.

Newey teve uma passagem vitoriosa pela Williams entre 1991 e 1996, assinando três carros campeões mundiais, apesar de conviver com a mancha da morte de Ayrton Senna, em 1994. Para Steiner, o chefe de equipe James Vowles precisa ter mais cuidado com o tipo de informação que cede para jornalistas, já que conversas e sondagens são normais na Fórmula 1.

“Semanas atrás, Adrian Newey estava indo para lá. Não ouço mais isso. Não acho que são rumores, James [Vowles] disse abertamente. Não é rumor. Se um chefe diz que está falando com Adrian, a imprensa anota isso. É para isso que eles servem. Se alguém diz algo, você reporta. Obviamente não sabem se é sério ou não. Acho que é um desejo”, afirmou ao podcast Red Flags.

“Obviamente ele vai conversar. É o que deveria fazer, mas antes de dizer, precisa ter mais certeza do que vai acontecer. Se Toto [Wolff] ou Fred [Vasseur] falarem com quem conversam o dia inteiro, a Ferrari vai precisar de uma nova fábrica para caber todos”, seguiu.

Alexander Albon (Foto: Williams)

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Outro nome ligado com a Williams recentemente é do espanhol Carlos Sainz, que está de saída da Ferrari e ficou sem melhores opções no grid. Steiner ainda não coloca a mão no fogo de que o piloto do carro #55 vai fazer a transição para Grove.

“Os resultados são o que contam, mas não apenas na Fórmula 1, é no geral, na vida. Você pode falar muitas coisas e não alcançar. Talvez James consiga e ele seja campeão mundial, o que eu gostaria. Tornaria a F1 interessante. É difícil prever, e se fosse apostador, não colocaria dinheiro nisso”, citou.

“Você sempre conversa com as pessoas. Como chefe, você fala com todos. Não significa que Carlos foi implorando a ele por um cockpit. É direito de James perguntá-lo se está interessado. Fred e Toto falam com todo mundo. Mas não fazem isso ficar público, porque se não acontecer, vão parecer estúpidos. Talvez sejamos surpreendidos e Carlos e Adrian assinem. Gostaria disso”, concluiu.

Fórmula 1 retorna de 7 a 9 de junho com o GP do Canadá, nona etapa da temporada 2024.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.