GUIA 2021: McLaren ganha reforços e mira consolidação no top-3 da Fórmula 1

Com chegada de Daniel Ricciardo, reedição de parceria com Mercedes e difusor controverso, McLaren quer se manter no top-3 da Fórmula 1 em 2021, mas reconhece que missão será complicada

A Fórmula 1 divulgou uma simulação de volta no mais novo circuito de rua da Fórmula 1, Jidá, na Arábia Saudita (Vídeo: Fórmula 1)

Após anos de dificuldades e apequenamento, a McLaren teve em 2020 sua melhor temporada desde 2012 ao bater rivais Racing Point e Renault para ficar com a terceira colocação no Mundial de Construtores. Para o campeonato que tem início no dia 28 de março, o time traz mudanças importantes para se consolidar com o posto de “melhor do resto” da Fórmula 1, com a esperança de sonhar mais alto.

Parte das mudanças começaram ainda em 2019, com o anúncio de que a Mercedes voltaria a fornecer motores para o time de Woking. A parceria teve seu primeiro capítulo entre 1995 e 2014. A montadora alemã foi chave no processo de reconstrução da equipe, faturando os títulos de pilotos em 1998, 1999 e 2008, os mais recentes da McLaren.

Com parte do regulamento congelado como medida para limitar custos e visando a revolução técnica de 2022, a equipe foi uma das que mais chamou atenção nos lançamentos, já que precisou adaptar a carroceria ao novo motor Mercedes, que além de vencer 13 provas com o time de fábrica, também impulsionou Sergio Pérez a triunfar com a Racing Point em 2020. Isso sem contar o controverso novo difusor, peça que as rivais já estão de olho no conceito e que busca recuperar a perda do downforce após a mudança de regulamento para 2021.

GUIA F1 2021
+F1 se prepara para duelo Hamilton x Verstappen em ano pandêmico e incerto
+Mercedes enfrenta revés com carro instável, mas abre temporada favorita
+Verstappen encara perspectiva de briga por título e desafio com Pérez
+F1 dá falsa ideia de continuísmo, mas mexe bem nas regras antes de revolução
+Gasly muda de patamar e se mostra pronto para liderar AlphaTauri
+Alpine ousa com carro arrojado e mira top-3 no retorno de Alonso

Daniel Ricciardo, a novidade da McLaren para 2020 (Foto: McLaren)

Outra novidade vem na dupla de pilotos. Carlos Sainz saiu depois de duas temporadas. O espanhol brilhou nos campeonatos que fez pela equipe, mas preferiu mudar os rumos da carreira ao assinar com a Ferrari, como substituto do tetracampeão Sebastian Vettel. Para seu lugar, a McLaren trouxe o experiente e gabaritado Daniel Ricciardo.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Band se prepara para transmitir F1 até champanhe acabar’

O australiano de 31 anos venceu 7 corridas em sua carreira na Fórmula 1 e busca uma oportunidade de ser um piloto competitivo após a saída da Red Bull, ao fim de 2018. Apesar de ajudar bastante a Renault em sua jornada, sentiu que precisava dar um salto e confiou no projeto do time laranja, que deu bons saltos a cada temporada desde o rompimento com a Honda, no fim de 2017.

“Minha ambição é estar no pódio de novo em 2021, conseguir meu primeiro pela McLaren. A equipe conquistou pódios ano passado, então, na minha cabeça, penso que posso repetir o feito. Mas sei que não vai ser fácil. Carlos [Sainz] e Fernando [Alonso] serão, certamente, rivais duros. Estou ansioso por todas as disputas e pela volta do Alonso ao grid”, comentou Ricciardo, valorizando a competitividade no pelotão médio da Fórmula 1.

Ao seu lado, terá o jovem Lando Norris. Com 21 anos de idade, o inglês deixou a pecha de “novo Lewis Hamilton” ainda nas categorias de base e criou a própria personalidade na Fórmula 1. Além de divertido fora das pistas, o que atraiu parte do público jovem, também se mostrou um piloto bastante competente, coroado com o pódio no GP da Áustria passado. Pela pouca idade, ainda é normal que Norris oscile e seja derrotado pelo australiano, mas é um dos grandes talentos da Fórmula 1 atual e com um futuro brilhante.

A pré-temporada do time também foi bastante animadora. Ricciardo saiu com a liderança na parte da manhã em dois dos três dias. A McLaren também escapou dos problemas de confiabilidade, se consolidando como uma força atrás de Mercedes e Red Bull, buscando se consolidar cada vez mais como a terceira potência entre os Construtores.

GRANDE PRÊMIO preparou um GUIA 2021 com tudo que é preciso saber sobre a temporada que começa em 28 de março, que terá cobertura completa dos treinos livres, classificação e corrida. Tudo acompanhando ao vivo e em tempo real. Além disso, o GP faz a análise da definição do grid de largada no sábado e tem ainda o pré e pós-corrida no domingo, sempre no BRIEFING, na GPTV.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube