Haas afirma que vai ter carro pronto para primeiro teste da pré-temporada em 2016, em março

Günther Steiner, chefe do projeto de F1 da nova equipe Haas, assegurou que apesar de um ou outro atraso, o time entrará na pista na abertura da pré-temporada de 2016

O cronograma da Haas para a estreia na F1 em 2016 está sob controle, e o time está certo de que terá um carro para pôr na pista na abertura da pré-temporada.

No ano que vem, a temporada vai começar mais tarde, o que permitiu à Haas um pouco mais de tempo para tocar o projeto. O primeiro teste será em 1º de março, em Barcelona, e o GP da Austrália representará a largada para o campeonato no dia 7 de abril.

"Neste momento, estamos bem. Há algumas coisas um pouco atrasadas, mas, quando o calendário mudou, com a primeira corrida passando para abril, pudemos colocar uma semana extra aqui e ali", explicou o chefe do projeto, Günther Steiner, em entrevista à revista inglesa 'Autosport'.

Günther Steiner, à esquerda, conversa com Gene Haas (Foto: Reprodução/Twitter)

"A fábrica em Banbury deve ficar pronta em quatro semanas,, e a calibração da máquina para fazermos o chassi será feita nas próximas duas semanas. Éum cronograma muito apertado, mas é o mesmo para todos. A Ferrari não vai 'assinar' seu carro antes de março, e vamos seguir com a programação deles. No fim das contas, estaremos lá no primeiro teste", acrescentou.

O time também já pensa em como administrar o próximo ano, quando não só terá o carro de 2016 para cuidar, como terá de desenvolver o modelo de 2017 levando em conta as mudanças de regras que estão previstas. "Estamos trabalhando no plano há dois meses. Para o ano que vem, tudo parece positivo, mas 2017 vai ser um grande desafio. Normalmente o segundo ano é o mais duro, mas o desafio em 2017 será maior que o normal, então precisamos ter um bom plano", salientou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube