F1

Haas anuncia fim de patrocínio da Rich Energy por “processo de reestruturação”

A novela de atritos entre Haas e Rich Energy ganhou um ponto final. A equipe americana anunciou a decisão conjunta de encerrar o acordo de patrocínio, apontando como motivo a reestruturação da marca de energéticos

Grande Prêmio / VITOR FAZIO, de Berlim / GABRIEL CARVALHO, de Campinas
Chegou ao fim a relação conturbada entre Haas e Rich Energy. A equipe americana anunciou na manhã deste segunda-feira (9) a decisão conjunta de encerrar o acordo de patrocínio, apontando como motivo um “processo de reestruturação” e uma “revisão da estratégia global” da fábrica de energéticos.
 
A decisão tem efeito imediato, o que significa que o GP da Itália deste fim de semana foi o último com a marca de energéticos estampada no VF-19.
 
"Haas e Rich Energy amigavelmente concordaram em terminar a parceria no Mundial de Fórmula 1 com efeito imediato”, anunciou a equipe. “Enquanto aproveitou reconhecimento e exposição com a parceria para a Haas, um processo de reestruturação corporativa na Rich Energy precisou revisar o processo de estratégia global. Subsequentemente, Haas e Rich Energy concluíram que o término da parceria existente era o melhor para as duas partes. Haas gostaria de agradecer e desejar o melhor aos acionistas da Rich Energy”, seguiu.
A relação entre Haas e Rich Energy chegou ao fim (Foto: Haas)
Ainda não há informações sobre o que acontecerá, por exemplo, com a pintura da Haas. A equipe americana adotou ao longo dos três primeiros anos na F1 pinturas combinando tons de cinza e vermelho. O preto e dourado de 2019 foi adotado exclusivamente por conta da Rich Energy.
 
A marca divulgou um comunicado afirmando que a culpa do anúncio era de um "indivíduo desonesto", mas o perfil seguiu publicando críticas ao desempenho da Haas nas semanas seguintes. A Rich Energy chegou a mudar o nome para Lightning Volt após processos de plágio, e o chefe de equipe Günther Steiner citou que discutiria o futuro da parceria entre o recesso da F1 e as últimas provas da temporada europeia.
 
A próxima etapa do Mundial de F1 acontece dentro de duas semanas. Trata-se do GP de Singapura, marcado para 22 de setembro.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.