F1

Haas cobra definições sobre regulamento de 2021 em janeiro e reclama: “Muita conversa, nenhum fato”

Guenther Steiner, chefe da Haas, queria começar 2019 já com definições sobre o tão aguardado regulamento técnico de 2021. Steiner acredita que as equipes da Fórmula 1 precisam de avanços ainda durante o mês de janeiro para cumprir prazos
Warm Up / Redação GP, de Berlim
A Fórmula 1 promete um regulamento técnico reformulado para a temporada 2021, mas a direção a ser tomada ainda não estava clara – para irritação da Haas. O chefe da equipe americana, Guenther Steiner, mostrou incômodo com o lento avanço nas negociações e cobrou avanços ainda no começo de 2019 para assegurar que equipes possam trabalhar com mais tranquilidade.
 
“Precisamos saber [sobre as regras] de um jeito ou de outro”, disse Steiner, entrevistado pelo site ‘RaceFans’. “Não podemos ficar sem saber nada, isso sempre é uma coisa ruim. Que ao menos nos digam ‘vai ser desse jeito’ ou nos deem datas sólidas, o que permite fazer planos e ter foco nisso. Não está sendo desse jeito no momento. Agora nós temos muita conversa, mas nenhum fato real”, alfinetou.
 
“Nós precisamos conseguir alguma coisa em janeiro ou não chegaremos lá. 2021 para nós começa em 2019. Não é como em outras indústrias, em que você começa um ano antes. Você precisa começar [mais cedo] para ver as coisas que precisa. Parece que as regras vão mudar dramaticamente e nós precisamos estar prontos para isso”, seguiu.
Para trabalhar com calma, a Haas quer definições sobre 2021 já (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
As mudanças no regulamento técnico previstas para 2021 são das mais importantes para o Liberty Media, grupo que administra a Fórmula 1. O objetivo principal é atrair mais fãs com corridas melhores e mais ultrapassagens. Imagens de carros conceito já foram até divulgadas. A questão, então, passa a ser descobrir a melhor fórmula para alcançar o objetivo.
 
Steiner, apesar das críticas à demora nas negociações sobre 2021, fez um balanço positivo da gestão do Liberty Media. O dirigente da Haas acredita que o grupo precisa de tempo para empregar um trabalho cada vez melhor.
 
“Algumas coisas melhoraram, mas algumas não estão como eu esperava, porque eu contava com regras claras para 2021 e ainda não as temos. Em outros sentidos, eles estão fazendo um trabalho bastante bom. Anunciaram uma nova corrida [GP do Vietnã] em 2020, então acho que é um bom trabalho nesse sentido. Ainda precisamos dar tempo para algumas coisas, porque estamos falando de mudanças e investimentos”, encerrou.