Haas credita boa fase de Magnussen a carro decente e diz que “é a primeira vez na F1 que pode mostrar o que pode fazer”

Kevin Magnussen mostrou uma grande evolução em 2018. Após ser batido por Romain Grosjean no último ano, o dinamarquês é o único piloto com pontos na Haas nesta temporada. Gunther Steiner, chefe da Haas, avaliou esse salto por conta do bom resultado e natural talento do competidor

Kevin Magnussen parece agradar o chefe da Haas com seu bom desempenho em 2018. Gunther Steiner afirmou que o competidor tem mostrado bons resultados nesta temporada por conta da confiança e do bom carro que tem nas mãos.
 
O piloto dinamarquês tem se destacado neste campeonato. Companheiro de Romain Grosjean, é o único que pontuou piloto que pontuou dentro do time, somando os 27 tentos atuais e sustentando a décima colocação do Mundial de Pilotos.
 
Inclusive, seu desempenho superior ao do francês tem sido a grande surpresa da temporada, uma vez que o dinamarquês foi batido pelo colega durante o campeonato de 2017.
Kevin Magnussen (Foto: Haas)
Quando questionado sobre o motivo de Magnussen ter se destacado neste ano, seu chefe foi bastante preciso na resposta. “Acredito que é a confiança. Eu pessoalmente acredito que ele está em um ótimo lugar com sua cabeça, sua pilotagem, tudo”, falou.
 
“Ele está confiante, conhece a equipe, não tem nada para se preocupar, não pensa sobre isso, ele confia em todos, ele tem um bom carro disponível”, completou.
 
Magnussen chegou à F1 vindo de um título na World Series. Após seu campeonato inicial, onde defendeu a McLaren, ficou 2015 afastado da categoria. No ano seguinte voltou nas cores da Renault, e em 2017 mudou para a Haas.
 
Olhando todo o histórico do piloto, Gunther finalizou seu discurso dizendo que seu competidor está mostrando todo o potencial que tem, pois está em um carro que o permite ser bom nas pistas. “Ele faz apenas o que nós sabíamos por anos que ele pode fazer. Acho que esta é a primeira vez na F1 que ele pode mostrar o bom piloto que ele é. Ele já mostrou isso na F3 e em todas as categorias menores”, disse.
 
“Essa é a primeira vez que ele tem uma chance com um carro bom, ou decente, para mostrar o que pode fazer. Acredito que é bem simples porque está acontecendo. Tudo ao seu redor funciona bem, ele está confortável e esse é o resultado. É mais simples do que imaginamos”, encerrou.
 
Tanto o contrato de Magnussen quanto o de Grosjean se encerra no final desta temporada. Entretanto, Steiner já afirmou que não vai fazer nenhuma negociação sobre 2019 antes das férias de verão para não distrair os pilotos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube