carregando
F1

Haas mantém Fittipaldi e Delétraz como pilotos reservas para temporada 2020

Pietro Fittipaldi e Louis Delétraz partem para o segundo ano como pilotos de testes e reservas da Haas na Fórmula 1. O brasileiro celebrou a nova oportunidade, destacando a chance de seguir trabalhando tanto no simulador quanto com o carro real

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Segue tudo igual na Haas quando o assunto é piloto de testes. A equipe americana anunciou nesta quinta-feira (26) a decisão de renovar tanto com Pietro Fittipaldi quanto com Louis Delétraz, que seguem na reserva na Fórmula 1 pelo segundo ano consecutivo.
 
O anúncio deixa os dois à disposição da Haas para atividades tanto no simulador quanto na pista. Fittipaldi foi particularmente exigido nesse aspecto, participando de testes de pré e de pós temporada em 2019. Em 2020, entretanto, o brasileiro foi ausência nas atividades em Barcelona.
Pietro Fittipaldi segue ligado à Haas por mais um ano (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
“Mal posso esperar para evoluir no posto que tive com a Haas temporada passada”, disse Fittipaldi. “Agradeço ao Gene Haas e ao Guenther Steiner pela sequência da oportunidade e peça crença no meu trabalho atrás do volante. Você nunca deixa de aprender na F1, seja com horas no simulador, seja fisicamente atrás do volante de um carro de verdade, algo que eu já fiz com a Haas, conseguindo mais de 2.000km em testes. É empolgante poder fazer as duas coisas e estar associado a essa equipe e a tudo que alcançaram em um espaço tão curto de tempo”, seguiu.
 
O acordo mantém Pietro no paddock da F1, grande objetivo da carreira. O brasileiro, aliás, já somou os pontos necessários para tirar a superlicença e fazer parte do grid no futuro. Delétraz, por sua vez, segue para um quarto ano de F2, ainda em busca de um salto de performance para manter viva a esperança de ir ao certame principal.

"Ser piloto de testes na Fórmula 1 é mais um passo no caminho para alcançar meu objetivo de competir na F1", disse Delétraz. "O bônus para mim é que, com a F2 como categoria suporte em uma série de GPs, eu sei que eles vão me ver correndo. Também consigo passar mais tempo me encaixando com a equipe quando meu cronograma permitir", encerrou.

A temporada da F1, assim como a da F2, segue com rumos incertos. As duas categorias são afetadas pelo coronavírus, que forçou cancelamento ou adiamento de todas etapas programadas até o começo de junho.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.


 
Paddockast #53
TÉO JOSÉ - O HOMEM QUE 'NÃO PERDE MAIS'


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.