Haas reclama de pneus, e Grosjean mostra insatisfação com carro após novo abandono: “Irrita pra caralho”

A Haas não somou pontos pela terceira corrida consecutiva, e o chefe de equipe Guenther Steiner acredita que os pneus estão com muita influência na Fórmula 1 atual. Sem pontuar em 2019, Romain Grosjean não poupou palavras ao descrever a situação decepcionante que vive na categoria

A Haas seguiu com dificuldades durante o GP do Azerbaijão. Com o abandono de Romain Grosjean e o modesto 13º lugar de Kevin Magnussen, a equipe não somou pontos pela terceira corrida consecutiva no campeonato, permanecendo na oitava posição no Mundial de Construtores.

Chefe da equipe, Guenther Steiner se mostrou insatisfeito com a influência dos pneus na Fórmula 1. Ele não foi o primeiro a reclamar dos compostos da Pirelli, que apresentam dificuldade de aquecimento e de aderência, que foram empecilhos para o time americano no fim de semana.

"É sobre quem está tendo mais ou menos dificuldades. É decepcionante porque temos um bom carro, não deveríamos sempre estar falando se os pneus funcionam ou não. É interessante, mas não é a Fórmula 1 na minha opinião. 'Você conseguiu fazer o pneu funcionar?', 'Sim, então sou rápido', 'Meu pneu não funcionou e sou lento'. Gastamos milhões e milhões para desenvolver estes carros, e de repente, você está fora da janela de evolução", declarou.

Steiner também admitiu que tem culpa por conta do desempenho ruim da Haas no começo da temporada, mas afirmou que as discussões sobre pneus estão ficando cansativas e tomando protagonismo. "Eu vou ser bem honesto com vocês. Não estou colocando total culpa na Pirelli, nos culpo também porque devemos trabalhar, mas no geral, isto não está certo. Não deveríamos falar corrida após corrida se os pneus estão desenvolvendo ou não", completou.

Romain Grosjean (Foto: Haas)

Quem também está pouco satisfeito com os resultados recentes é Grosjean. Apesar da equipe ter admitido que não esperava um bom ritmo no Azerbaijão, o franco-suíço mostrou insatisfação com a situação. Ele é um dos quatro do grid pilotos que ainda não somou pontos na temporada.
 

"Irrita pra caralho. De algum jeito, não é muito surpreendente, mas precisamos sentar e pensar sobre o que podemos fazer. Barcelona é morno, talvez dê tudo bem, mas depois temos Canadá e Mônaco. Se quisermos brigar pelo quarto ou quinto lugar entre os Construtores, precisamos ser bons em todas as circunstâncias", comentou ao site norte-americano 'Motorsport.com'.

Grosjean abandonou na volta 38 com problemas de freio. Ele explicou que vinha brigando com o restante do pelotão por conta do bom desempenho dos pneus médios, mas a situação mudou após sair da pista ao travar as rodas.

 
"O ritmo com os médios era melhor do que pensávamos, e pude brigar com os outros caras. Porém, travei as rodas na curva 15, passei reto, voltei e precisei parar", contou o piloto, que tem três abandonos em quadro corridas.
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube