Haas reforça preocupação com desgaste de pneus e pede ajuda da Ferrari

Guenther Steiner, chefe de equipe da Haas, recorreu à Ferrari para corrigir os problemas de degradação dos pneus que até agora atormentaram a competitividade de seu carro

A Haas sofre com problemas graves de desgaste nos pneus na temporada de 2023 da Fórmula 1 e isso fez com que o chefe da equipe, Guenther Steiner, apelasse para um auxílio externo. O italiano decidiu falar com a Ferrari, parceira do time americano, para tentar resolver esse problema.

Ao mesmo tempo, consegue extrair uma impressionante velocidade no VF-23 nas classificações. Especialmente nas mãos de Nico Hülkenberg, que tem com seis aparições no Q3. No entanto, o alemão só converteu uma dessas posições de largada no top-10 em pontos, com a Haas repetidamente incapaz de evitar o desgaste excessivo na corrida.

“Se a Ferrari resolver, seria fantástico pois então teremos uma solução também”, disse Steiner. “Mas se não, tudo ficará ainda mais difícil para nós.”

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando a
qui!

Guenther Steiner espera que a Ferrari consiga ajudar na questão dos pneus (Foto: Haas F1 Team)

A equipe americana tem uma relação próxima com a Ferrari na F1, que vai além da de um cliente normal de motor. Em vez de projetar e construir todos os aspectos do carro, a Haas compra o máximo possível de componentes da equipe italiana, incluindo suspensão, estrutura traseira e outros componentes internos.

Em uma análise de como os problemas de degradação de pneus podem prejudicar dramaticamente o desempenho, o ex-piloto Christian Danner afirmou que o problema não é só dos compostos da Pirelli.

“Isso não tem nada a ver com o piloto não saber como gerenciar os pneus, isso eles sabem muito bem. Todo profissional sabe disso. É uma combinação de molas, amortecedores e, claro, a aerodinâmica que cria esse desgaste. Se for como na Haas, onde o carro está mais lento, então você não pode fazer nada no cockpit. Isso é inerente ao projeto”, explicou.

Nico Hülkenberg ainda consegue uma boa velocidade com a Haas nas classificações (Foto: Haas F1 Team)

Já Steiner afirmou que a equipe continua comprometida em atualizar o carro nesta temporada, enquanto procura uma solução para corrigir os problemas recorrentes nos compostos.

“As atualizações também serão implementadas no carro de 2024 e, por isso, decidimos continuar com o desenvolvimento para realmente entender nossos problemas e onde precisamos nos esforçar para sermos melhores no ano que vem”, disse Steiner após o GP da Hungria.

“Agora estamos desenvolvendo ambos os carros em paralelo e ainda não sabemos quando faremos a transição para o projeto de 2024.”, finalizou.

Na pausa para as férias de verão, a Haas conta com 11 pontos, no oitavo lugar do Mundial de Construtores. A equipe americana e a Fórmula 1 retornam no próximo final de semana, de 25 a 27 de agosto, em Zandvoort, na Holanda. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.