Haas revela que definição da dupla para 2016 na F1 está próxima e que “um dos reservas da Ferrari” será titular

Gene Haas já começa a soltar mais informações sobre sua dupla de pilotos para a temporada 2016 - que segundo ele pode ser anunciada dentro de duas semanas. Segundo o dono da Haas F1, um dos reservas da parceira Ferrari, notoriamente Jean-Éric Vergne ou Esteban Gutiérrez, será parte da dupla

A definição da dupla de pilotos da Haas para a temporada de debute da F1, 2016, se acerca cada vez mais. Segundo o dono do time, Gene Haas, os 15 dias que vêm pela frente podem ver a confirmação dos nomes. Um deles, confirmado pelo americano, vai chegar da Ferrari.
 
Pela parceria tecnológica que a Haas tem com a Ferrari por muitos meses se esperou que um dos reservas e pilotos de testes de Maranello fosse recrutado pelo time da Carolina do Norte. Agora, a confirmação chegou. Esteban Gutiérrez ou Jean-Éric Vergne, respectivamente reserva e piloto de desenvolvimento – ambos com prévia experiência na F1 -, vão ter um dos assentos. Sobre o outro, sabe-se apenas que a intenção é ter um experiente.
Günther Steiner (Foto: Reprodução/Twitter)
"Espero que nas próximas duas semanas tenhamos algo a dizer. Um dos pilotos vai ser um dos reservas da Ferrari, e ainda estamos olhando para um piloto com experiência na F1. Não um novato", afirmou à revista inglesa 'Autosport'.
 
O chefe do time, Günther Steiner, reafirmou a procura pela experiência. Romain Grosjean, hoje na Lotus; Kevin Magnussen, que estreou ano passado pela McLaren e já disse que vai fazer outra coisa da vida que não esperar pela vaga de volta em Woking se não ganhar um lugar em 2016; e Nico Hülkenberg têm sido falados durante muito tempo. Destes, apenas Hülkenberg está inacessível depois de ter renovado o contrato com a Force India para o ano que vem. Grosjean, embora incerto, mostra animação na possibilidade de ver a Renault comprar a Lotus e guiar por um time francês.
 
"Estamos apenas tentando encontrar o piloto que melhor se encaixa no que estamos procurando. Gostaríamos que os dois tenham guiado um carro da F1 antes. Uma coisa que queremos é experiência real, outra é que tenha passado alguns anos na F1", falou, mais uma vez, Steiner.
 
Ele ainda revelou que a Haas já fez uma oferta a um piloto – que acabou recusada.
 
"É um processo. É uma questão de bater a cabeça e apenas aprender como dançar a dança com os pilotos e definir quem vai estar conosco. Nós fizemos uma oferta a um piloto, mas ele recusou. É uma aprendizagem", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube