Hamilton alerta para avanço da Ferrari após ficar atrás de Räikkönen e Vettel e prevê “classificação apertada”

Lewis Hamilton viu o rival Nico Rosberg liderar os dois treinos livres desta sexta-feira (3) na Inglaterra e, pior, ficou atrás dos dois carros da Ferrari na sessão realizada no período da tarde. O bicampeão do mundo acredita em uma definição do grid de largada bem equilibrada no sábado em Silverstone

Siga o GRANDE PRÊMIO no INSTAGRAM

A abertura dos trabalhos do 65º GP da Inglaterra da história da F1 mostrou a Mercedes novamente na frente. No entanto, o domínio prateado protagonizado nesta sexta-feira (3) coube a Nico Rosberg, que liderou os dois treinos livres do dia. Lewis Hamilton, que corre diante da sua torcida, foi batido pelo companheiro de equipe e rival já na bandeirada pela manhã. E no período da tarde, o britânico foi superado não só por Rosberg, mas também pela dupla da Ferrari, ficando também atrás de Kimi Räikkönen e Sebastian Vettel, segundo e terceiro, respectivamente.

Ver o avanço da Ferrari neste primeiro dia de atividades na Inglaterra faz Hamilton acreditar que a definição do grid será bastante equilibrada. “Entendo que sim, vai ser bem apertado na classificação. A Ferrari parece bem perto, então deve ser uma boa corrida”, declarou o bicampeão do mundo logo após o fim do segundo treino livre.

Lewis Hamilton entende que a sexta-feira em Silverstone foi um dia relativamente positivo (Foto: AP)

No entanto, no fim das contas, Lewis avaliou a sexta-feira como positiva. “Foi um dia OK. Estava bem tranquilo no começo do primeiro treino. Mas tem sido ótimo, os fãs estão demais até agora no fim de semana”, afirmou.

Mas quando questionado se a há mais por vir Mercedes na sequência do fim de semana, Hamilton foi taxativo. "Espero que muito. Porque, se não houver, estamos em apuros. Não foi o mais fácil dos dias, mas no geral foi OK. O ritmo de corrida não foi lá grandes coisas. Teremos um pouquinho de trabalho com o acerto do carro", comentou.

“Até agora, não quero zicar nem nada, mas a embreagem está boa como nas primeiras corridas. Espero que continue assim”, disse o piloto, livre de problemas.

Vencedor em 2008 e 2014, o britânico chega para sua corrida em casa com boas chances de dar uma grande alegria ao seu povo. E é assim que Lewis se vê: como um representante do povo britânico neste fim de semana. “Não sinto que estou aqui a defender meu território, apenas representando todo mundo”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube