Hamilton aponta problema no sistema de freios da Mercedes como causa de jejum de vitórias em 2013

O piloto inglês disse que costuma ir bem nas corridas porque é sempre o que freia mas tarde. Por isso, como não está à vontade com o carro da Mercedes, não tem conseguido retardar a frenagem

Atual vencedor do GP do Canadá, Lewis Hamilton não está muito confiante em retornar ao lugar mais alto do pódio neste fim de semana. Embora a Mercedes tenha triunfado na última corrida, em Mônaco, o britânico explicou que o segredo em Montreal é frear o mais tarde possível, mas a montadora alemã está com problemas no sistema de freios do equipamento de 2013.

Hamilton disse que não está conseguindo retardar a freada porque não se sente à vontade no carro. “O problema está todo na frenagem. Mas esta é apenas a minha sensação no carro. Eu confio no potencial dele. O carro é ótimo, como Nico já mostrou. Você apenas precisa sentir isso e eu definitivamente não estou sentindo”, declarou o piloto nesta quinta-feira (6), em Montreal.

Lewis Hamilton lamentou problemas no freio da Mercedes (Foto: Getty Images)

“Nesta pista é preciso frear o mais tarde possível, e eu sempre fui o que freia mais tarde. Por isso sempre tive sucesso aqui. Mas não estou podendo retardar a freada neste ano, então não vou poder fazer isso aqui”, acrescentou o inglês, minimizando as chances de vitória no Canadá.

Apesar de estar frustrado com os problemas da Mercedes, Hamilton disse que Montreal – onde já venceu três vezes – é uma boa oportunidade para recuperar a confiança da equipe e voltar a brigar pelas primeiras colocações.

“Eu sempre fui bem aqui em Montreal quando tive um carro no qual me sentia confiante. Mas agora não me sinto confortável, mesmo sendo um ótimo carro. Só que eu espero sentar nele e me sentir melhor neste fim de semana. Espero levar muitos pontos positivos daqui. Vim para cá muito determinado em recuperar a confiança de todos em mim”, encerrou o piloto.

As imagens da quinta-feira da F1 em Montreal
AMK Viagens lança pacote especial para GP da Itália em Monza
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube