Hamilton brilha na noite de Cingapura e marca quarta pole consecutiva da McLaren. Massa é 13º

A McLaren segue dando o tom na segunda metade da temporada da F1. Imbatível há quatro corridas, a equipe inglesa deu um importante passo para conquistar a quarta vitória seguida na temporada de 2012

Todo o favoritismo apresentado pela Red Bull nos treinos livres foi esnobado por Lewis Hamilton. Vencedor de duas das últimas três corridas, o inglês não deu chances nem a Sebastian Vettel e nem a ninguém quando a disputa pela pole-position foi para valer, neste sábado (22), em Cingapura, palco da 14ª etapa da temporada de 2012.

Com uma volta voadora no começo do Q3, Hamilton chegou a ficar 1s à frente de seus principais rivais. Nos instantes finais, os adversários até se aproximaram, mas não chegaram a ficar perto. Pastor Maldonado surpreendeu e beliscou um lugar na primeira fila, mas foi 0s5 mais lento que o britânico.

Esta é a quinta pole-position de Hamilton em 2012 (Foto: McLaren)

Esta foi a segunda pole seguida de Hamilton e quarta da McLaren – desde a Hungria que apenas os carros produzidos em Woking largam na posição de honra do grid. É a primeira vez desde 1999 que a equipe consegue tal sequência.

Sebastian Vettel e Jenson Button formarão a segunda fila do grid de largada e Fernando Alonso, líder do Mundial, largará na quinta colocação. O top-10 será completado por Paul di Resta, Mark Webber, Romain Grosjean e as Mercedes de Michael Schumacher e Nico Rosberg, que não deixaram os boxes na terceira parte da sessão classificação.

Os brasileiros não foram. Bruno Senna encontrou o muro no começo do Q2, quebrou a suspensão traseira direita e nem tempo marcou. Com isso, largará apenas em 17º. Felipe Massa, por sua vez, não conseguiu a volta ideal e ficou somente em 13º.

Q1: Com pneus supermacios, Grosjean e Di Resta ficam na frente

As Williams estavam bem no início. Pastor Maldonado liderava e Bruno Senna chegou a estar em quarto. Nico Rosberg e Fernando Alonso, porém, trataram de desbancar os carros ingleses.

Lewis Hamilton é que não tinha vida fácil. Após duas tentativas frustradas, só a terceira chance foi aproveitada pelo piloto da McLaren, que subiu para primeiro. Jenson Button, em sua cola, passou a ser segundo. As Red Bull e Kimi Räikkönen chegaram para a festa pouco depois.

Nos minutos finais, quem colocou pneus supermacios, obviamente, andou melhor. Foi assim que Romain Grosjean e Paul di Resta marcaram o primeiro e o segundo tempos do Q1. Nos boxes, Felipe Massa arriscava e tentava não usar pneus supermacios na primeira parte do treino. Foi 16º. Senna ficou em 17º.

Eliminados, os de sempre, com a Caterham andando à frente da Marussia, e Kobayashi. Na ordem: japa, Petrov, Kovalainen, Glock, Pic, Karthikeyan e De la Rosa. Se fosse possível, o espanhol da HRT perderia cinco posições por troca de câmbio, mas como ele ficou em último mesmo, nada será diferente do resultado do Q1 quando os carros alinharem para a largada amanhã.

Q2: Senna e Massa são eliminados. Vettel lidera

A primeira rodada de voltas lançadas do Q2 chegou ao fim com Lewis Hamilton na primeira posição. Ele e Vettel, já com pneus supermacios, andaram na casa de 1min46s, bons tempos. Button, Alonso, Webber e Räikkönen estavam bastante atrás. Massa era o nono.

Massa vai largar em 13º lugar neste domingo (Foto: Ferrari)

Para Bruno Senna, a tomada de tempos acabou prematuramente. Na penúltima curva do circuito, ele perdeu o controle e quebrou a suspensão traseira direita no muro. Era a hora de se contentar com a 17ª colocação.

A poucos minutos do fim do Q2 a briga para avançar ao Q3 esquentou novamente e gente que antes estava dentro acabou foi fora. Massa foi um destes. O piloto largará apenas em 13º, atrás de Kimi e Hülkenberg. Schumacher, por pouco, se garantiu entre os dez. Os demais eliminados foram Pérez, Ricciardo e Vergne.

Lá na frente, Vettel voltou a ocupar a primeira posição, que só pertenceu a ele nos treinos livres. Webber completou a dobradinha da Red Bull. As duas McLaren ficaram na terceira e na quarta colocações.

Q3: Hamilton massacra concorrência e fica com pole em Cingapura

Hamilton começou o momento decisivo brilhando e cravou 1min46s362. Um tempo tão impressionante que Button ficou a 1s e Vettel, a 1s3. Antes favorito à pole, agora parecia que o alemão surpreenderia caso conseguisse bater a McLaren. Foram apenas estes três que completaram voltas lançadas na primeira metade Q3.

Grosjean foi o primeiro do resto a marcar tempo, ficou em quarto, não conseguiu bater nem Vettel. Aí vieram Maldonado e Alonso e subiram para segundo e terceiro. Nenhum dos dois chegou – ou chegaria – perto de Hamilton, que também tentou melhorar seu tempo, mas acabou foi raspando sua McLaren no muro.

Maldonado surpreendeu no fim e tirou Vettel da primeira fila (Foto: Red Bull/Getty Images)

Em suas segundas tentativas, Vettel e Button superaram Alonso, mas não foram páreo para o venezuelano. Ou seja, os principais rivais do vice-líder do Mundial na briga pela pole-position dividirão é a segunda fila.

Alonso terminou em quinto, seguido por Paul di Resta, Mark Webber e Romain Grosjean. Para economizar pneus, Michael Schumacher e Nico Rosberg permaneceram nos boxes durante todo o Q3 e largarão em nono e décimo lugares, respectivamente.

F1, GP de Cingapura, Marina Bay, grid de largada:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube