F1

Hamilton confirma supremacia, lidera segundo treino livre e fecha sexta-feira com novo recorde do Red Bull Ring

A abertura do fim de semana do GP da Áustria indicou Lewis Hamilton como favorito à vitória no domingo. A julgar pela forma soberana durante os dois treinos livres desta sexta-feira, o britânico não deve ter adversários. O tricampeão liderou a segunda sessão e voltou a quebrar o recorde do traçado austríaco ao marcar 1min05s483

Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré

Lewis Hamilton fechou a sexta-feira (7) de treinos livres do GP da Áustria com o melhor tempo do dia. Assim como aconteceu pela manhã, o tricampeão do mundo sobrou no Red Bull Ring e quebrou o recorde da pista. Com 1min05s483, o vice-líder da temporada não teve adversários na segunda sessão. Hamilton, com toda a boa forma demonstrada na abertura das atividades da nona etapa do campeonato, já desponta como favorito à vitória no próximo domingo.

Sebastian Vettel terminou em segundo, 0s147 atrás de Hamilton. Valtteri Bottas apareceu na sequência, enquanto os dois carros da Red Bull bateram um apagado Kimi Räikkönen: Max Verstappen foi o quarto colocado, se colocando logo à frente de Daniel Ricciardo. Kevin Magnussen, que liderou o pelotão intermediário com a Haas, foi o sétimo e superou Fernando Alonso, oitavo. Nico Hülkenberg e Romain Grosjean completaram o top-10, enquanto Felipe Massa, com problemas de equilíbrio do carro em trechos de alta, ficou em 14º.

Os motores voltam a roncar neste sábado no Red Bull Ring. O terceiro treino livre acontece às 6h (horário de Brasília). Já a definição do grid de largada do GP da Áustria está marcada para 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL por meio do novo livetiming.
Lewis Hamilton voltou a quebrar o recorde do Red Bull Ring nesta tarde (Foto: AFP)
Saiba como foi o segundo treino livre do GP da Áustria

A perspectiva de chuva para o período da tarde na Áustria fez com que praticamente todos os pilotos deixassem os boxes logo no início do segundo treino livre. Sem perder tempo, Bottas logo se colocou na frente ao estabelecer sua primeira marca rápida com os pneus supermacios: 1min06s690, cerca de 0s3 mais lento que seu melhor tempo pela manhã. A Ferrari, por sua vez, tinha Räikkönen na pista com os pneus macios, enquanto Vettel tinha os supermacios.

O alemão chegou a assumir a ponta do treino por um breve momento, mas Bottas retomou a ponta ao estabelecer 1min05s869, superando a marca de Hamilton na primeira sessão. Lewis respondeu em seguida com 1min05s731 em sua primeira volta rápida, mas o finlandês retomou o recorde do Red Bull Ring por mais algum tempo e cravou 1min05s700. Seb se aproximou e ficou 0s152 da volta de Bottas. E Max Verstappen, segundo pela manhã, ainda não tinha ido à pista por conta de problemas nos freios, assim como Sergio Pérez, com uma falha no motor Mercedes.

Enquanto Max continuava nos boxes sem ação, Daniel Ricciardo tinha o quarto tempo, mas sua marca foi feita com os pneus ultramacios. Mercedes e Ferrari só optaram pelos compostos roxos pouco depois. E Pérez finalmente acelerava com a Force India depois de ceder seu carro a Alfonso Celis pela manhã.
Valtteri Bottas roda na saída da curva 6 no segundo treino (Foto: Reprodução)
O primeiro dos ponteiros a fazer volta com os ultramacios foi justamente o então líder da sessão. Bottas errou no último setor, mas superou a marca anterior em 0s001. O finlandês não durou muito tempo na ponta porque Vettel respondeu e colocou a Ferrari na frente com 1min05s630. Em seguida, Valtteri rodava na curva 2 e via o mundo ao contrário. E Verstappen finalmente deixava os boxes.

Hamilton deu mais uma amostra da sua superioridade ao assumir a ponta na primeira volta com os ultramacios. Com 1min05s483, o britânico não teve dificuldade para novamente quebrar o recorde da pista austríaca. Quem também estava fora de combate era Fernando Alonso, enquanto a McLaren trocava o assoalho do seu MCL32.
Verstappen superou os problemas e se mostrou novamente competitivo durante a tarde (Foto: Red Bull/Twitter)

A chuva já não era uma ameaça. Sem problemas e com a pista livre, Verstappen indicou que seu carro estava em boas condições ao marcar 1min06s112 e subir para quarto lugar, batendo Räikkönen e Ricciardo. E a McLaren mantinha o bom desempenho mostrado pela manhã com Stoffel Vandoorne em oitavo e Alonso, mesmo sem muito tempo de pista, em décimo. Os dois tinham suas melhores marcas com os pneus supermacios.

Massa enfrentava problemas no equilíbrio do seu carro em trechos de alta, que são predominantes no Red Bull Ring: "Os pneus estão terríveis em alta velocidade. É inacreditável", bradou. O brasileiro vinha em 14º lugar quando o treino chegava à sua metade, duas posições à frente do companheiro de Williams, Lance Stroll. No pelotão intermediário, o destaque era Kevin Magnussen, que aparecia em sétimo, à frente de Nico Hülkenberg e Romain Grosjean. Vandoorne caía para 11º.

Depois de um bom tempo nos boxes, Alonso voltava à pista com pneus supermacios e o carro mais leve para fazer simulações em ritmo de classificação. Assim, o bicampeão voltava a colocar a McLaren no top-10, mais precisamente em oitavo. Já a maioria do grid já trabalhava em ritmo de corrida, de modo que a sessão praticamente não reservou mudanças na tabela, exceção vista a Verstappen, que superou o companheiro de equipe e se colocou em quarto lugar após um bom stint com os pneus ultramacios.

Por fim, Alonso tinha lá seus problemas, rodava e escapava da pista nos últimos minutos. Mas o bicampeão conseguiu retornar à pista para fechar sua participação nesta sexta-feira tranquila e marcada pela supremacia da Mercedes de Lewis Hamilton.



F1, GP da Áustria, Red Bull Ring, treino livre 2: 

1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:05.483   30
2   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:05.630 +0.147 50
3   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:05.699 +0.216 41
4   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:05.832 +0.349 33
5   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:05.873 +0.390 27
6   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:06.144 +0.661 54
7   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:06.591 +1.108 43
8   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:06.732 +1.249 27
9   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:06.735 +1.252 42
10   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:06.763 +1.280 52
11   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:06.849 +1.366 50
12   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:06.859 +1.376 37
13   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:06.906 +1.423 34
14   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:07.065 +1.582 50
15   55 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault 1:07.100 +1.617 24
16   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:07.468 +1.985 46
17   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:07.509 +2.026 41
18   27 Jolyon PALMER ING Renault 1:07.623 +2.140 7
19   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:08.782 +3.299 49
20   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:08.870 +3.387 51
          Tempo 107% 1:10.067 +4.584  
                 
Recorde Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:05.483 07/07/2017  
Melhor volta Michael SCHUMACHER ALE Ferrari 1:08.337 18/05/2003  

POSTURA DA GLOBO NA CORRIDA DO MILHÃO DA STOCK CAR MOSTRA DESPREZO PELO AUTOMOBILISMO