F1

Hamilton conquista pole com volta voadora na classificação do GP da Malásia. Motor trai, e Vettel larga em último

Depois de sofrer com o acerto da Mercedes na sexta-feira, Lewis Hamilton decidiu voltar atrás em termos de configuração aerodinâmica. A opção se mostrou acertada e permitiu ao tricampeão surpreender os rivais e ficar com a posição de honra do grid na Malásia. Com problema de motor, Sebastian Vettel não teve chance e vai largar em último. Felipe Massa sai em 11º

Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba

Alguém poderá dizer: ‘Aí fomos surpreendidos’. E não estará longe da realidade do que aconteceu neste sábado (30) em Sepang, dado o desempenho forte da Ferrari nos últimos dias. Depois de sofrer para encontrar um ritmo mais próximo de seus principais rivais, Lewis Hamilton decidiu, em conjunto com a Mercedes, em voltar atrás no acerto aerodinâmico do carro e abrir mão das peças novas levadas para a etapa malaia. A opção não poderia ter sido mais correta. Usando uma configuração mais familiar, o tricampeão se pôs rápido e surpreendeu (!). Por isso, é de Hamilton a posição de honra do grid no GP da Malásia. Assim, o líder do campeonato vai sair pela nona vez no ano na pole-position e pela 70ª na carreira. Com problema de motor, Sebastian Vettel não teve chance e vai largar em último. Felipe Massa sai em 11º.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)
Confira como foi a classificação da F1 na Malásia

Assim como havia sido o terceiro treino livre, a classificação também teve início com pista seca, mas com temperaturas elevadas em Sepang e alguma chance de chuva, dada as nuvens escuras no entorno do autódromo. E alguns dramas também, como na Ferrari. Depois de uma falha no fim da sessão 3 na Malásia, a equipe italiana decidiu trocar o motor de Sebastian Vettel e teve de trabalhar freneticamente no intervalo entre as duas atividades para deixar tudo pronto - mas não seria suficiente. Enquanto isso, a Mercedes seguia suas análises para escolher a melhor configuração na tentativa de surpreender a concorrência, já que vinha enfrentando problemas de acerto e não estava conseguindo se colocar forte, especialmente frente à esquadra vermelha. A Red Bull, enquanto isso, apenas tentava maximizar sua performance. Agora a equipe mais satisfeita era a McLaren, que apresentou enorme progresso em solo malaio.

Dito isso tudo, a sessão começou com os carros da Haas e da Sauber na pista. Logo depois, Lewis Hamilton veio, seguido de Kimi Räikkönen e os dois carros da Force India. Um minuto depois vieram Vettel e Valtteri Bottas. Interessante neste início de Q1 é que o tricampeão da Mercedes optou por usar os pneus macios em sua primeira tentativa de volta rápida, configuração repetida por Räikkönen e Bottas. Os demais todos escolheram os supermacios. Em termos de tempo, Pascal Wehrlein foi quem abriu a tabela com 1min34s655.
 
Aí Hamilton colocou realidade na folha de tempos ao virar 1min32s380. Mas o finlandês da Ferrari passou em 1min32s277 para assumir a ponta. Esteban Ocon, Sergio Pérez, Wehrlein, Romain Grosjean e Marcus Ericsson completavam a lista inicial. Vettel, por sua vez, percorreu somente uma volta de instalação e retornou logo em seguida, se queixando de problemas com o motor - era apenas o começo do drama do tetracampeão.  Apesar de todo o esforço ao longo dos minutos seguintes, a Ferrari não conseguiu reparar a tempo o carro, o que impediu o #5 de voltar à pista, o jogando para a última colocação do grid. No fim, Seb apenas agradeceu o trabalho dos mecânicos nos boxes.
Sebastian Vettel não conseguiu sequer registrar tempo (Foto: Ferrari)
Instantes depois, Hamilton voltou a se colocar à frente, virando a boa marca de 1min31s605. Aniversariante do dia, Max Verstappen também surgiu forte com 1min31s920, usando também os pneus macios. Bottas, Räikkönen e Daniel Ricciardo fechavam os seis primeiros. Detalhe aqui é que o australiano optou por andar com os supermacios neste início de classificação.
 

Ainda, o top-10 tinha os seguintes nomes: Ocon, Pérez, Stoffel Vandoorne, Felipe Massa e Fernando Alonso. Já a zona de eliminação tinha, então, o estreante Pierre Gasly, Werhlein, Grosjean, Ericsson e Vettel, mas este sem tempo.
 
No fim, Massa subiu para a quinta posição da tabela. Quem também melhorou e conseguiu assegurar uma vaga no Q2 foi Gasly, que pulou para um bom oitavo posto. Assim, os limados desta primeira fase da classificação foram: Grosjean (16º), Magnussen (17º), Wehrlein (18º), Ericsson (19) e Vettel (20º).

Massa é limado no Q2

A fase intermediária da classificação teve início com as duas Mercedes na pista. E ambas com os pneus supermacios agora. Valtteri Bottas saiu à frente de Lewis Hamilton. Mas foi o inglês quem virou mais veloz, andando em 1min31s009. O tempo do tricampeão impressionou, mas Kimi Räikkönen, que veio logo na sequência, foi ainda melhor: 1min30s926 - e um novo recorde para a pista malaia. Só que o finlandês não foi o único na casa de 1min30s. Max Verstappen também se colocou forte ao cruzar a linha de chegada apenas 0s005 mais lento que o líder nórdico. Bottas e Daniel Ricciardo completavam os cinco primeiros.
 
Já o pelotão intermediário tinha Esteban Ocon na liderança, com a sexta melhor marca. Nico Hülkenberg aparecia em sétimo, logo à frente de Felipe Massa e Fernando Alonso. Jolyon Palmer fechava o grupo dos momentaneamente classificados para o Q3. Na tentativa de recuperação estavam Stoffel Vandoorne, Sergio Pérez, Carlos Sainz, Pierre Gasly e Lance Stroll.
 
A sessão, então, ganhou uma breve pausa até que Bottas decidiu que era hora de voltar para os instantes finais. O finlandês foi seguido por quase todo mundo do grid, com exceção de Räikkönen, que não quis saber de colocar a Ferrari na pista. Entre os ponteiros, o nórdico da Mercedes pulou para a frente com 1min30s803. Pérez também assegurou vaga ao virar o sexto posto. E quem acabou fora foi Massa, que não passou do 11º lugar. 
Felipe Massa ficou fora do Q3 (Foto: Williams)
Assim, Bottas, Räikkönen, Verstappen, Hamilton, Ricciardo, Pérez, Ocon, Hülkenberg, Vandoorne e Alonso foram para a fase final da classificação. Enquanto isso, Felipe, Palmer, Stroll, Sainz e Gasly foram os eliminados.

70 vezes Hamilton
 
A fase final da classificação seguiu o roteiro da fase anterior. Ou seja, as duas Mercedes foram à pista, seguidas por Kimi Räikkönen, Max Verstappen e Daniel Ricciardo. E foi nesta primeira tentativa que o inglês assegurou a 70ª pole da carreira. O tricampeão voou em estabeleceu um novo recordo ao assinalar 1min30s076. Quem mais se aproximou do líder do campeonato foi o finlandês da Ferrari, que precisou de uma segunda tentativa para ameaçar o britânico. No fim, Kimi ficou a 0s045 de Lewis.
 
A terceira posição do grid será de Verstappen, que vai dividir a segunda fila com Daniel Ricciardo. Esteban Ocon foi o melhor da Force India e vai abrir a sexta colocação, seguido por um forte Stoffel Vandoorne, que bateu o companheiro de McLaren, Fernando Alonso, que vai sair em décimo. Entre eles, Nico Hülkenberg (oitavo) e Sergio Pérez (nono). 
 
A largada da F1 está marcada para as 4h (de Brasília).

F1 2017, GP da Malásia, Sepang, treino classificatório:

1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes   1:30.076   18
2   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari   1:30.121 +0.045 14
3   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer   1:30.541 +0.465 12
4   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer   1:30.595 +0.519 16
5   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes   1:30.758 +0.682 17
6   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes   1:31.478 +1.402 17
7   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda   1:31.582 +1.506 18
8   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault   1:31.607 +1.531 17
9   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes   1:31.658 +1.582 18
10   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda   1:31.704 +1.628 17
11   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes   1:32.034 +1.958 12
12   30 Jolyon PALMER ING Renault   1:32.100 +2.024 14
13   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes   1:32.307 +2.231 14
14   55 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault   1:32.402 +2.326 14
15   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Renault   1:32.558 +2.482 14
16   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari   1:33.308 +3.232 8
17   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari   1:33.434 +3.358 6
18   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari   1:33.483 +3.407 9
19   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari   1:33.970 +3.894 9
20   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari       2
          Tempo 107%   1:36.381 +6.305  
                   
Recorde Lewis HAMILTON ING Mercedes   1:30.076 30/09/2017  
Melhor volta Juan Pablo MONTOYA COL Williams BMW   1:34.223 21/03/2004  

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 na Malásia AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.


TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO