Hamilton culpa fortes ventos por dia difícil, mas diz que Mercedes “está na briga”

Lewis Hamilton encarou um dia complicado na abertura das atividades em Silverstone. Nesta sexta-feira (12), o inglês indicou que os ventos complicaram seu desempenho, mas deixou claro acreditar que a Mercedes está na briga no final de semana

Lewis Hamilton não teve o dia dos mais fáceis na abertura das atividades na Inglaterra. O inglês indicou que os fortes ventos atrapalharam o desempenho, mas acredita que a Mercedes está na briga em Silverstone.
 
O pentacampeão terminou a sexta-feira (12) de treinos livres em Silverstone na segunda colocação, anotando uma desvantagem de apenas 0s069 para o primeiro colocado Valtteri Bottas.
 
Ao avaliar os primeiros ensaios, o #44 apontou que “[hoje] esteve com bastante vento, então não foi o mais fácil dos dias, mas estamos lá com certeza, e parece que vamos estar na briga. É sempre difícil dizer após um dia difícil, a Ferrari é sempre um pouco mais lenta na sexta e então recupera o ritmo no sábado.”
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)

O piloto ainda falou sobre o novo asfalto colocado em Silverstone em um recente recapeamento realizado no circuito inglês, vendo com bons olhos o trabalho feito. “O novo asfalto é melhor nas retas, especialmente nas curvas 4 e 6, onde antes eram muito ruins”, indicou.
 

“Ainda está ondulado nas saídas da curva 7 e na Copse, mas após isso é bom e suave na Maggotts, Becketts e na reta Hanger. O asfalto está liso, o que torna complicado manter os pneus com esses fortes ventos”, seguiu.
 
“Sofri com a traseira e escapei algumas vezes, mas Valtteri parecia muito mais confortável no carro, então vamos cavar mais essa noite para tentar descobrir quais os problemas são para resolvermos para amanhã”, concluiu.
 

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube